Cultura no Ponto

Inscrições para o programa Petrobras Cultural para Crianças vão até agosto

Fotos: Divulgação

Inscrições para o programa Petrobras Cultural para Crianças vão até agosto

A animação 'O Menino e o Mundo' concorreu ao Oscar na categoria

 

A Petrobras abriu inscrições para edital de financiamento a projetos de curta e média metragens de animação. O patrocínio, no valor de R$ 4 milhões, será destinado a iniciativas que tenham como público crianças de até seis anos, podendo ser também voltados a seus pais e educadores. Essa é a segunda chamada do programa Petrobras Cultural para Crianças 2020, com investimento total de R$ 10 milhões. A primeira seleção, de artes cênicas, foi lançada em março e recebeu mais de 900 inscrições.

O Petrobras Cultural é o programa de patrocínios da Petrobras à cultura em áreas como música, artes cênicas, múltiplas expressões e audiovisual. Neste último, a empresa conta com um legado de viabilização de diferentes tipos de projetos ao longo dos anos. No segmento específico de animação, exemplos de produções patrocinadas são “O Menino e o Mundo”, que concorreu ao Oscar, o sucesso “Peixonauta – O Filme” e os longas “Tarsilinha” e “Teca e Tuti” (ambos inéditos).

A animação brasileira está presente também na Orquestra Petrobras Sinfônica, que, além de tocar com o reconhecido projeto Mundo Bita (cujo vídeo já alcançou mais de 3 milhões de visualizações), lançará em julho arranjos para diferentes formações instrumentais de canções registradas por Villa–Lobos.

A companhia vem apoiando iniciativas que promovam o acesso ao brincar, à arte, à música e à literatura para o público infantil. Estudos mostram que proporcionar estímulos adequados durante a fase da primeira infância das crianças (até a idade de seis anos) contribui significativamente para a aquisição de habilidades cognitivas e de caráter fundamentais para o desenvolvimento de habilidades futuras mais complexas.

“Queremos projetos que lidem com temas que levem conhecimento e despertem a curiosidade das crianças. A Petrobras sempre foi parceria da cultura e as chamadas públicas são ainda mais importantes no momento atual, quando estamos precisando nos adaptar a novas formas de viver e consumindo mais produtos culturais. Esperamos contribuir para a retomada do setor cultural no Brasil, num cenário pós-pandemia”, destaca o gerente de Patrocínio e Eventos da Petrobras, Aislan Greca.

O processo seletivo contará com especialistas do segmento e tem previsão de divulgação de resultado em novembro. Os projetos selecionados deverão ser concluídos em até 18 meses, a contar da assinatura do contrato de patrocínio. Uma vez concluídas, as animações deverão ser disponibilizadas em plataformas streaming.

As inscrições podem ser realizadas no site https://gestaodepatrocinios.petrobras.com.br/pt/ até 24 de agosto.

 

Chico César é uma das atrações do AHayá Virtuá dia 11 de julho

Fotos: Divulgação

Chico César é uma das atrações do AHayá Virtuá dia 11 de julho

A pandemia do coronavírus afetou todos os setores da economia e mudou a forma de viver em sociedade, mas a tradição das festas de São João permanece viva. Neste mês de julho ainda teremos arraiá, ou melhor, AHayá Virtuá, com realização da HD Produções e coprodução da BaseB Cultura&Entretenimento, DALE! Produções Culturais e Maquinara.

Cumprindo todas as determinações de segurança, o AHayá Virtuá será realizado no dia 11 de julho, em formato de live, com oito horas de transmissão.

O AHayá Virtuá levará a essência das tradições nordestinas à casa dos espectadores com uma programação especial. A apresentação será de Haylene Dantas e Rodrigo Bico e entre as atrações estão a Companhia Caçuá de Teatro de Mamulengo (Currais Novos -RN), com atividade recreativa junina voltada para o público infantil (em especial autistas), forró pé de serra com Nida Lyra e Forró do Severo (Mossoró – RN), Khrystal, Chico César e, no after, a discotecagem do DJ Opa Bruno.

A transmissão contará com linguagem em libras, ações promocionais para os inscritos no canal e contrapartida social, por meio de doações via QR Code, para a Associação dos Pais e Amigos dos Autistas do Rio Grande do Norte (APAARN) e para os profissionais da cultura afetados economicamente pela pandemia.

O público amante das tradições juninas já pode preparar o traje matuto, se inscrever no canal Nosso São João e seguir o perfil @ahayaderua no Instagram para ir entrando no clima e ficar por dentro de todas as novidades.

O AHayá tem patrocínio da Prefeitura do Natal, através da Lei Djalma Maranhão, e incentivo da Unimed Natal.

SOBRE O AHAYÁ

O AHayá surgiu em 2017 focado na preservação e reinvenção da memória cultural do arraiá popular de rua, promovendo uma festividade de acesso gratuito dedicada à celebração dos laços comunitários através dos tradicionais símbolos juninos, sendo realizado como uma iniciativa independente em suas três edições anteriores.

Serviço:
AHayá Virtuá
11 de julho, sábado, a partir das 18h
Transmissão: YouTube – Canal Nosso São João
https://www.youtube.com/channel/UC5jG3zTQxxN6u-utyl6EtaQ

 

Potiguar tem livro aprovado no programa Eu faço cultura

O potiguar Adriano Gomes, professor doutor do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), teve um livro aprovado no programa Eu Faço Cultura.

Até o dia 31 de julho, a obra intitulada "Do tamanho do seu mundo" será distribuída gratuitamente para pessoas que atendam os seguintes perfis: alunos de escolas públicas, beneficiários de programas sociais do governo federal, população de baixa renda, jovens de 15 a 29 anos portadores da Identidade Jovem, idosos, portadores de necessidades especiais e seus acompanhantes e microempreendedores individuais. 

Criado em 2006, o Eu Faço Cultura é um projeto viabilizado pela Lei de Incentivo à Cultura e patrocinado por recursos provenientes do Imposto de Renda com iniciativa da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae).

O objetivo é democratizar e impulsionar o mercado cultural. Além de valorizar os artistas locais e amparar o pequeno e médio produtor cultural, o projeto também tem uma missão de responsabilidade social de formar plateias com a população mais afastada do consumo cultural.

O Eu Faço Cultura investe e ajuda a manter vivos milhares de projetos e ações culturais em todo o país como museus, redes e unidades de cinema, fornecedores e editoras de livros, espetáculos de teatro, stand up, musicais, dança e circo.

Até o momento, 114 bibliotecas tiveram os acervos renovados, 387 produtores culturais contaram com o apoio do programa, e foram distribuídos mais 37 mil livros, CDs, DVDs e Blue-Ray, aproximadamente 35 mil ingressos de cinema e mais de 190 mil ingressos de teatro, dança, shows e circo.

Do tamanho do seu mundo

O autismo é o tema da obra na qual Adriano Gomes revela o universo encantado de Dino, um menino mais que especial. É voltado para crianças com idades entre 5 e 8 anos. As ilustrações, todas feitas com a técnica da colagem, são de Aline de Palma.



 

Vem aí o Festival DoSol Sessions com 32 dias de programação online

O festival com conteúdo inédito, online e interativo começa em 5 de maio com com músicas, papos e bastidores da cena potiguar

 

A partir do dia 5 de maio, o Festival DoSol dá início a uma edição especial, que vai até dia 5 de junho. Após algumas semanas de observação e estudo da cena musical durante o isolamento social, e interagindo com profissionais de todo o país, os sócios Ana Morena e Anderson Foca chegaram a um formato de ação que contempla público e equipe.

O Festival DoSol Sessions acontecerá totalmente online e cada dia terá um artista potiguar diferente, que participará de uma live no perfil do Instagram @festivaldosol e terá uma session com duas músicas postadas no Youtube do DoSol (dosoltv). A produção dessas músicas exclusivas fica a cargo de cada artista, que poderá exercer sua criatividade para gravar em casa as faixas escolhidas.

“As sessions pré gravadas pelos artistas são feitas de forma caseira com os recursos que cada um tem disponível em casa. Os que tiverem como mixar e editar, ótimo, mas para quem não tem esses recursos, a equipe do DoSol vai dar o acabamento e deixar o material mais interessante para o público”, explica Ana Morena.

Já a o,utra vertente do Festival que acontece em paralelo, quer dar visibilidade aos profissionais que ficam por trás dos palcos. O DoSol Stories vai dar a cara para mostrar de toda uma equipe que trabalha nos bastidores do festival e de outros projetos culturais do DoSol. Produção, equipe técnica, designers, fotógrafos e documentaristas vão contar sobre o seu trabalho, sua vida e suas histórias. Os vídeos, que também vão ser gravados de forma caseira pelos próprios protagonistas e finalizados pela equipe do DoSol, também começam a ser postados em maio, no Youtube.

“Um ponto que queremos ressaltar nesse período incerto e inédito da vida de quem vive de produção cultural é justamente que cada profissional consiga enxergar sua importância dentro do processo, saiba da sua capacidade e principalmente se sinta plenamente ativo de sua criatividade e execução”, conta Anderson, que tem percebido alguns colegas deixando a tristeza e insegurança tomar conta do momento. A ação irá remunerar todos os envolvidos, sendo a maneira que o DoSol encontrou para ajudar sua equipe de forma mais imediata.

Todo esse material vai deixar mais rico o conteúdo já existente no Youtube do DoSol, que ao longo de mais de 12 anos ativo já possui uma rica coletânea de produções e registros dos mais diversos tipos, não só da cena cultural potiguar como de todo o país.

Segue a programação:

FESTIVAL DOSOL SESSIONS
05/05 a 05/06
www.instagram.com/festivaldosol e www.youtube.com/dosoltv

05/05 – Luiz Gadelha
06/05 – Clara
07/05 – Cazasuja
08/05 – Dusouto
09/05 – Pedro Mendes
10/05 – Simona Talma
11/05 – Aiyra
12/05 – Khrystal
13/05 – Júlio Lima
14/05 – Eliano
15/05 – Sourebel
16/05 – Potyguara Bardo
17/05 – Rafaela Brito
18/05 – Yrahn Barreto
19/05 – Camomila Chá
20/05 – Pretta Soul
21/05 – Varanda
22/05 – Fukai
23/05 – Luísa e os Alquimistas
24/05 – Ananda Krishna
25/05 – Luaz
26/05 – Ângela Castro
27/05 – Luan Bates
28/05 – Dega
29/05 – Caio Padilha
30/05 – Txio Paulinho
31/05 – Zé Canxagá
01/06 – Silvia Sol
02/06 – Black Whitch
03/06 – Hell Lotus
04/06 – Plutão Já Foi Planeta
05/06 – Filipe Toca

Preparem-se para a segunda edição do Pipa Web Festival

Preparem-se para a segunda edição do Pipa Web Festival

Depois da edição inaugural do Pipa Web Festival no início deste mês de abril, mais uma fase do projeto já tem nova data, 27 de abril.

O primeiro evento teve quatro dias de duração (2 a 5 de abril), contou com 22 apresentações, 11 horas de música e reuniu 33 artistas que realizaram pocket shows de 30 minutos em lives transmitidas pelo Instagram. A segunda edição ocorrerá de 27 e 29 de abril, a partir das 19h, e se manterá no mesmo formato, desta vez reunindo 20 músicos em um total de 16 apresentações. 

O Pipa Web Festival é um projeto independente que envolve mais de 30 artistas brasileiros e estrangeiros que vivem na Praia da Pipa (Tibau do Sul/RN) e estão sem poder trabalhar diante cenário de pandemia e quarentena do COVID-19. 

Organizado pela publicitária Xanda Garcia, o festival foi inspirado em outros nos mesmos moldes. Tem como intuito, além de levar música para o público que está em casa, inserir os músicos no universo virtual, abrindo para eles novas possibilidades de atuação.

Para auxiliar financeiramente esses artistas, foi criada uma Vakinha Coletiva e as colaborações podem ser feitas por meio do link bit.ly/ajudemusicosdepipa

Para mais informações sobre o projeto Pipa Web Festival, é só seguir as redes sociais:

Instagram: @pipawebfestival 

Facebook: Pipa Web Festival

YouTube: Pipa Web Festival (https://www.youtube.com/channel/UCDLJ_JxtXj5XaD8k0R7LSxg)

 

Confira a programação completa do festival:

Segunda – 27/04/20

19h Gabriel di Giorgi

19h30 Clara Zaho

20h Daniel e Geraldine

20h30 Ras Barack

21h Tayhana Nogueira

 
Terça – 28/04/20

19h Lara Celi

19h30 DJ Rodz

20h Mayara Mirths

20h30 Duo Afro-che

21h Lu Príncipe e Natalie Rigaud

21h30 Yuri Porto

 
Quarta – 29/04/20

19h Marquinho Barretto

19h30Leandro

20h Projeto Samba Trio

20h30 DJ Guerreiro

21h Pablo Osta

 

Hoje é o penúltimo dia do Pipa Web Festival

Hoje é o penúltimo dia do Pipa Web Festival

Hoje, 4 de abril, é o penúltimo dia do Pipa Web Festival, evento que durante quatro dias leva três horas de música ao vivo para os internautas. Com artistas de inúmeras nacionalidades residentes em Pipa (RN), a programação tem início às 19h em transmissão pela página do Instagram @pipawebfestival.

O objetivo do projeto é também ajudar os músicos da praia nesse cenário de pandemia e quarentena do COVID-19, permitindo outras possibilidades de levarem música, talento e alegria, mesmo de casa, para o público. Nesta edição, 22 músicos participam do Festival em pocket shows com 30 minutos de duração.

A programação deste sábado traz Clara Zaho, Dj Rodz, Lu Príncipe e Natalie Rigaud, Maurício Tavella, Yuri Porto e Marcelo Seixas.

É importante a colaboração do maior número de pessoas com a Vakinha Coletiva que foi criada para ajudar cada um desses artistas do projeto Pipa Web Festival. O link para a contribuição é esse AQUI.

 

Blogs