Jaqueline era a grande estrela do voleibol feminino em 1984, junto com Isabel. Era rebelde, desentendeu-se com o comando da Confederação Brasileira de Voleibol e foi morar nos Estados Unidos, tornando-se uma das pioneiras no vôlei de praia, que então estava engatinhando.

Aproveitando-se do profissionalismo americano, enquanto que no Brasil o vôlei de praia ainda era uma diversão para banhistas, passou a reinar na Califórnia. Fez dupla com Sandra Pires, com quem tanto venceu como brigou.

Em Atlanta/1996, depois de sessenta e quatro anos, o feminino conseguia uma conquista olímpica com o ouro da dupla Jackie Silva/Sandra. E para melhor coroar, a final foi contra outra dupla brasileira, Mônica e Adriana Samuel. Pela primeira e única vez na história, os dois primeiros lugares do pódio eram ocupados por brasileiros (ou brasileiras).   

Dados de pesquisa: Brasileiros Olímpicos (Lédio Carmona, Jorge Luiz Rodrigues e Tiago Petrik)