Tempo Extra

ABC descumpre promessa e não divulga balanço de abril no prazo

Fotos: José Aldenir

ABC descumpre promessa e não divulga balanço de abril no prazo

Pleito antigo de torcedores, a transparência das finanças do ABC, que sinalizou enveredar por caminhos mais claros nos últimos meses, voltou a dar trabalho. Isso porquê o clube ainda não divulgou, pelo menos até agora (26 de maio), o balancete referente ao mês de abril.

Quando publicizou os dados de março, o Alvinegro disse, em nota, que passaria a partir de então a divulgar suas informações sempre até o dia 15 do mês subsequente. Portanto, o balanço de abril deveria ter sido publicado até o dia 15 de maio, algo que acabou não acontecendo.

Vale lembrar que o time de Ponta Negra vem passando por maus bocados financeiramente desde o início da temporada. Até agora, não houve um mês sequer de superávit. Pelo contrário, nos três meses em que publicou suas informações, é possível constatar um déficit acumulado de cerca de R$ 1 milhão.

Continuamos atentos e diligentes quanto as informações financeiras do ABC.

Bola dentro

Embora os números oficiais ainda não tenham sido divulgados, apurei que nas duas ações realizadas pelo marketing do ABC (retransmissões da final do estadual de 2007 e do acesso para a Série B de 2010), o clube conseguiu arrecadar cerca de R$ 50 mil até agora.

Falo "até agora" visto que a campanha atual, denominada "O passo para a glória", ainda não terminou (vai até o fim do mês). Deixo aqui meu registro de parabéns a toda a equipe responsável pelo marketing alvinegro, que mesmo em meio a essa pandemia tem conseguido arrecadar grana para o clube.

Esse dinheiro, inclusive, segundo apurei, está sendo 100% revertido para o futebol (pagamentos de salários dos atletas e demais encargos). Novas ações estão sendo planejadas e devem ser lançadas num futuro próximo.


*Rodrigo Ferreira é jornalista graduado pela Universidade Potiguar (UnP), e atualmente trabalha como repórter esportivo da Rádio CBN Natal. Possui experiências em jornais e agências de comunicação no Rio Grande do Norte. As informações e opiniões aqui publicadas são de inteira responsabilidade do autor.

Twitter: @RodrigoFerrelra
Instagram: @RodrigoFerreiraRN

ABC estabeleceu teto de R$ 3 mil aos atletas durante pandemia, diz Sindicato

Fotos: José Aldenir

ABC estabeleceu teto de R$ 3 mil aos atletas durante pandemia, diz Sindicato

A semana começou muito conturbada administrativamente falando no Complexo Sócio-Esportivo Vicente Farache. Isso porquê algumas versões divergentes sobre a redução salarial aplicada pelo ABC no seu elenco tomou conta do noticiário esportivo desde a última segunda-feira (11).

Nesta quarta (13), conversei ao vivo na Rádio CBN Natal com o presidente do Sindicato dos Atletas Profissionais de Futebol do RN (Safern), advogado Felipe Augusto Leite, que detalhou a versão dos jogadores para esta redução, que já começou nos vencimentos referentes ao mês de abril.

De acordo com o sindicalista, o ABC estabeleceu um teto de R$ 3 mil para todos os profissionais do elenco, gerando uma inevitável insatisfação naqueles que possuem salários acima deste limite. Além disso, ainda segundo Felipe, não houve qualquer diálogo prévio entre diretoria e atletas, configurando imposição.

Atualmente, o ABC tem em aberto junto aos seus jogadores parte dos salários do mês de março, mas já quitou abril de acordo com o teto estabelecido. Por esse débito, Felipe Augusto revelou a existência de atletas passando por necessidades, sem ter o básico para sobrevivência (alimentação) e com dívidas junto a proprietários de imóveis.

Vale destacar que na última segunda-feira, também ao vivo, conversei com o vice-presidente de futebol do clube, Gustavo Cartaxo. Na oportunidade, ele afirmou que a diretoria havia feito um acordo com os atletas por essa redução sem impôr nada, mas quando questionado sobre os impactos dele, preferiu não entrar em detalhes.

A quem interessar, a entrevista com Felipe Augusto Leite pode ser conferida na íntegra AQUI, assim como o bate-papo com Gustavo Cartaxo, que está disponível AQUI.


*Rodrigo Ferreira é jornalista graduado pela Universidade Potiguar (UnP), e atualmente trabalha como repórter esportivo da Rádio CBN Natal. Possui experiências em jornais e agências de comunicação no Rio Grande do Norte. As informações e opiniões aqui publicadas são de inteira responsabilidade do autor.

Twitter: @RodrigoFerrelra
Instagram: @RodrigoFerreiraRN

América registra primeiro mês de prejuízo financeiro na temporada 2020

América registra primeiro mês de prejuízo financeiro na temporada 2020

Depois de ter registrado superávit nos três primeiros meses do exercício de 2020, o América teve seu primeiro fechamento negativo na temporada. No mês de abril, primeiro que não teve nenhuma partida disputada, o Alvirrubro acabou com um prejuízo de R$ 184 mil. 

No geral, o clube arrecadou R$ 323 mil, sendo maior parte proveniente da ajuda financeira de R$ 120 mil encaminhada pela CBF aos clubes da Série D do Brasileirão, mas em contrapartida contabilizou despesas da ordem de R$ 508 mil. A folha salarial foi o gasto mais representativo: R$ 350 mil.

No ato da divulgação do balanço em seu Twitter, o presidente rubro Leonardo Bezerra disse o clube ainda tem sobras financeiras por causa dos meses anteriores terem sido superavitários, no entanto, o prejuízo registrado em abril começa a causar preocupação na diretoria.


*Rodrigo Ferreira é jornalista graduado pela Universidade Potiguar (UnP), e atualmente trabalha como repórter esportivo da Rádio CBN Natal. Possui experiências em jornais e agências de comunicação no Rio Grande do Norte. As informações e opiniões aqui publicadas são de inteira responsabilidade do autor.

Twitter: @RodrigoFerrelra
Instagram: @RodrigoFerreiraRN

Apesar da crise, ABC vai manter maior parte do elenco atual para Série D

Fotos: Luciano Marcos / ABC FC

Apesar da crise, ABC vai manter maior parte do elenco atual para Série D

Apesar de estar vendo sua grave crise financeira aumentar durante o período sem futebol em decorrência da pandemia do novo coronavírus, o ABC vai conseguir manter maior parte do seu elenco atual para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro, principal competição que a equipe disputará em 2020.

Segundo apurei com fontes ligadas ao futebol do clube, do time titular apenas o meio-campista João Paulo não deve permanecer. O também meia Jailson já recebeu proposta de renovação, assim como o atacante Igor Goularte (que ainda avalia uma oferta do Ceará).

Felipe Manoel (foto), volante titular da equipe, está com uma proposta de um clube da Série B na mesa, mas possui contrato com o ABC até o final do ano e, por este motivo, não deve sair. O mesmo acontece com o atacante Paulo Sérgio, recém-chegado mas que já despertou interesse de clubes maiores.

Com as saídas confirmadas até agora estão apenas os reservas Erivan (atacante), Rafinha (volante), Marlon (lateral-esquerdo), Núbio Flávio (atacante) e Gustavo (goleiro). 

Na próxima semana devemos ter novidades com relação as situações de Jailson e Igor. 

A ver.


*Rodrigo Ferreira é jornalista graduado pela Universidade Potiguar (UnP), e atualmente trabalha como repórter esportivo da Rádio CBN Natal. Possui experiências em jornais e agências de comunicação no Rio Grande do Norte. As informações e opiniões aqui publicadas são de inteira responsabilidade do autor.

Twitter: @RodrigoFerrelra
Instagram: @RodrigoFerreiraRN

América divulga planejamento para retomada de treinos do elenco

América divulga planejamento para retomada de treinos do elenco

O departamento médico do América divulgou nesta terça-feira (05) o planejamento do clube para a retomada dos treinamentos do elenco profissional.

Embora ainda não exista qualquer previsão para a volta das atividades no Rio Grande do Norte, o alvirrubro se antecipou e já montou seu plano de ação.

No projeto, existe uma série de cuidados que devem ser tomados pelos profissionais, inclusive para que se evite o compartilhamento de itens do clube e também o uso de objetos como alianças, colares e afins.

O plano só será colocado em ação, claro, se houver liberação por parte das autoridades sanitárias nos âmbitos federal, estadual e municipal.

Veja abaixo todo o detalhamento do DM alvirrubro:

O América adquiriu testes de Covid-19 na expectativa da liberação do retorno às atividades futebolísticas no América Futebol Clube, o que não aconteceu. Em total acordo com o Departamento Médico americano, a Diretoria seguirá o protocolo desenvolvido pelo corpo clínico da instituição, composto pelos Doutores Maeterlinck (foto), Marcos, Marcelo e Márcio Rego.

Antes do retorno definitivo, todos os atletas e funcionários serão submetidos a testes que, de acordo com os médicos do América, deverão acontecer em até 72h antecedentes. Enquanto aguarda o próximo decreto do Governo, a Diretoria vai adequar a estrutura do Centro de Treinamento Dr. Abílio Medeiros, em Parnamirim, com a desinfecção de toda a área de trabalho.

Mediante as autorizações do Ministério da Saúde, do Governo do Estado e da Vigilância Sanitária, produtos de higiene, além dos kits de teste rápido, estarão à disposição de todos, bem como equipamentos de proteção individual (EPI).

De acordo com o protocolo desenvolvido pelo Departamento Médico, o primeiro teste deverá ocorrer 72h antes do treino e o segundo no dia do trabalho com o intuito de identificar falsos resultados. Os negativados seguirão para as atividades obedecendo todas as medidas de higiene enquanto que os que apresentarem resultados positivos, serão afastados por 15 dias e monitorados pelos médicos do clube.

Em caso de positivo no primeiro teste e negativo no segundo – e vice versa – o testado será considerado imunizado. Jogadores e funcionários imunizados poderão compor um grupo único de treinamentos que deverão ser divididos em mais de um vestiário, respeitando o distanciamento de cada atleta.

As regras também rezam que cada atleta deverá se deslocar para o CT em seu veículo sozinho e deverá estacionar em local pré-definido com distância segura entre os veículos. Em caso de não possuir qualquer meio de locomoção, deverá se deslocar de carro de aplicativo utilizando máscara cirúrgica e fazer uso de álcool em gel ao sair do veículo. Este procedimento também será observado na ida aos jogos.

Caso seja necessário o uso de ônibus para ida aos jogos e/ou treinos, o espaçamento entre cada atleta será de duas filas com uso obrigatório de máscara, com jogadores e comissão técnica se deslocando separadamente, sendo obrigado o uso de álcool em gel na entrada e saída do veículo.

Após cada uso, todos os espaços serão submetidos à nova desinfecção pela equipe de limpeza que estará devidamente protegida com máscaras e luvas. 

As medidas serão adotadas inclusive em caso de tratamento médico. Cada atleta “entregue ao DM” não poderá frequentar outras instalações, bem como terá maca e produtos individualizados, sem qualquer tipo de compartilhamento. Os profissionais da saúde também estarão devidamente protegidos e cientes da necessidade da assepsia.

NO TREINAMENTO
Antes de iniciarem os trabalhos, atletas e comissão técnica serão submetidos a um termômetro infravermelho. Na ocorrência de febre e/ou sintomas respiratórios, o testado será isolado e avaliado individualmente.

Será respeitada a quantidade mínima necessária – não mais de dez - de membros da comissão e staff para conduzir o treino. 

Não será autorizada a utilização de adereços, tais como alianças, correntes e relógios, nem a presença de torcedores e profissionais da imprensa.

O protocolo médico do Alvirrubro também tem orientações específicas para treinamentos individuais e coletivos que vão desde a obediência aos horários marcados até o tratamento com os aparelhos/utensílios a serem usados.


*Rodrigo Ferreira é jornalista graduado pela Universidade Potiguar (UnP), e atualmente trabalha como repórter esportivo da Rádio CBN Natal. Possui experiências em jornais e agências de comunicação no Rio Grande do Norte. As informações e opiniões aqui publicadas são de inteira responsabilidade do autor.

Twitter: @RodrigoFerrrera
Instagram: @RodrigoFerreiraRN

Países europeus começam a liberar retorno dos treinamentos no futebol

Países europeus começam a liberar retorno dos treinamentos no futebol

Enquanto o Brasil vive sua fase mais crítica em decorrência do novo coronavírus, países europeus que sofreram demasiadamente com os impactos da Covid-19 estão começando a flexibilizar as medidas de isolamento social.

Nesta semana, os governos de Espanha e Itália autorizaram os clubes a promoverem o retorno dos treinamentos dos atletas profissionais de futebol, mas com a condição, claro, de que se mantenha os cuidados básicos na prevenção da doença.

Em território brasileiro, já houve decisão parecida no Rio Grande do Sul, quando na semana passada a Prefeitura de Porto Alegre autorizou que Grêmio e Internacional retomassem as atividades de seus elencos nos CTs. A decisão, obviamente, gerou discórdia.

Aqui no Rio Grande do Norte, a intenção dos clubes, assim como da Federação Norte-Rio Grandense de Futebol (FNF), era de liberar os treinamentos na segunda quinzena deste mês. Todavia, o posicionamento contrário (ainda que não oficial) da Secretaria Estadual de Saúde brecou qualquer esperança.

Difícil acreditar que voltaremos a assistir partidas oficiais de futebol no Brasil em curto prazo. Com a curva crescente no número de casos e de óbitos pela doença, é bem provável que as medidas de isolamento, nos próximos dias, sejam ainda mais duras e firmes. 

Resta esperar para que a tão falada curva entre em queda livre.


*Rodrigo Ferreira é jornalista graduado pela Universidade Potiguar (UnP), e atualmente trabalha como repórter esportivo da Rádio CBN Natal. Possui experiências em jornais e agências de comunicação no Rio Grande do Norte. As informações e opiniões aqui publicadas são de inteira responsabilidade do autor.

Twitter: @RodrigoFerrrera
Instagram: @RodrigoFerreiraRN

 

Blogs

Natal tem noite chuvosa com trovões e relâmpagos