Turismo & Negócios

ISRAEL PASS: Novo cartão turístico combina entrada para até 6 Parques Nacionais

ISRAEL PASS: Novo cartão turístico combina entrada para até 6 Parques Nacionais

Legenda : Parque Nacional de Massada

 

– A partir de agora está mais fácil e econômico viajar por Israel. A Israel Nature and Parks Authority acaba de lançar o Israel Pass, novo cartão turístico que oferece entrada em até seis parques e reservas nacionais por um valor fixo. O mesmo cartão também pode ser usado para acessar o transporte público por todo país. Algumas das principais atrações turisticas israelenses são contempladas pelo bilhete, como a Fortaleza de Massada, o oásis de Ein Gedi e as ruínas de Cesareia. 

Os visitantes podem escolher entre duas opções, de 83 shekels (aproximadamente R$ 93)  e de 115 shekels (R$129), que garantem entrada em três e seis parques respectivamente, durante o período de duas semanas contadas a partir da data que for utilizado pela primeira vez. Além da praticidade, a novidade também é uma boa forma de economizar. Para se ter uma ideia, um turista gasta 98 shekels para visitar as três atrações separadamente.  

Para usar o transporte público, o Israel Pass deve ser carregado a parte.  O cartão tem os mesmos benefícios do Rav-Kav, o cartão de transporte local que garante desconto de  até  20% nas viagens.

A iniciativa é uma parceria do Ministério do Turismo de Israel com o Ministério de Transporte e Segurança Rodoviária. O Israel Pass pode ser adquirido no estande do Ministério dos Transportes e Segurança Rodoviária no saguão de desembarque do Terminal 3, no Aeroporto Ben-Gurion, em Tel Aviv.

Para mais informações acesse: https://www.israelpass.biz/

 

Sobre o Ministério do Turismo de Israel no Brasil

 

Presente com escritórios internacionais em 13 países – no Brasil desde 2006 –, o Ministério do Turismo de Israel atua na construção de relacionamento com diversos públicos, com a missão de promover o conhecimento sobre o país e fomentar a curiosidade pelo destino. Sua atuação tem o objetivo de divulgar Israel no mercado local por meio de ações com entidades, comunidades, órgãos públicos, imprensa e indústria do turismo, com foco em segurança, religião, cultura, gastronomia, aventura, estilo de vida, bem-estar e tecnologia, pilares que se somam à completa infraestrutura do país para o turismo. Para mais informações, acesse www.goisrael.com.br/

 

Consulte seu agente de viagens!

PROMPERÚ convida turistas a conhecerem novos destinos através da campanha

PROMPERÚ convida turistas a conhecerem novos destinos através da campanha

 

#CuscoLovers

 

·       Uma nova montanha de sete cores, um outro mirante para observar condores, uma ancestral ponte Inca e cânions ainda pouco conhecidos são as novas rotas do Peru, que todo turista deve conhecer na icônica região de Cusco.

 

 

legenda da foto Palccoyo, Montanha Arco-Íris, na região de Cusco, nova rota #CuscoLovers. Foto: Divulgação.

 

 

Com o objetivo de promover destinos ainda pouco conhecidos na icônica região Inca, no Peru, a PROMPERÚ (Comissão de Promoção do Peru para a Exportação e o Turismo) lançou a campanha #CuscoLovers, estratégia digital que apresenta quatro atrativos que todo turista deve conhecer. A campanha considera a promoção e disseminação das seguintes novas rotas turísticas: Mirante de Condores de Chonta; Ponte Q’eswachaka; Palccoyo, Montanha Arco-Íris; e os Três Cânions de Suykutambo.

 

A campanha, destinada ao turista interno (mas também perfeita para o turismo receptivo internacional), é recomendada para brasileiros que gostam de aventura, desde que recorram à contratação de serviços formais através de agencias de viagens e operadoras de turismo, pois são destinos ainda com pouco fluxo turístico.

 

A #CuscoLovers conta com quatro vídeos promocionais, cada um relacionado à uma das rotas, tem a participação de conhecidos influenciadores digitais peruanos, e em breve terá um concurso para convidar o público a conhecer e se interessar mais pelos destinos. Através de um site criado especialmente para a campanha (www.ytuqueplanes.com/cusco-lovers), o público pode acessar todas as informações dessas novas rotas, bem como ofertas de viagens.

 

 

As quatro rotas #CuscoLovers

 

Mirante de Condores de Chonta é um dos destinos mais novos que a região de Cusco oferece. Durante a visita, o turista poderá apreciar montanhas cobertas de neve como o Humantay e o Salkantay, campos de frutas e o voo do Condor Andino a partir de um mirante.

 

Além disso, é possível apreciar impressionantes vestígios arqueológicos, como Raqchi e Maukallaqta durante o percurso até os Três Cânions de Suykutambo, que tem uma geografia impressionante, com três becos perfeitos e enormes penhascos de terra vulcânica, bem como quatro lagoas que são habitat de aves como a Parihuana.

 

Por outro lado, Q'eswachaka é uma ponte suspensa de fibra vegetal (ichu), localizada sobre o rio Apurímac, no distrito de Quehue. Sua renovação anual, realizada em junho, é um rito ancestral que foi declarado Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco.

 

Palccoyo, também conhecida como a Montanha Arco-Íris, cobre uma área natural de mais de 9.000 hectares, onde é possível contemplar montanhas que se assemelham ao arco-íris, vales vermelhos, marrons e outras tonalidades, além de um bosque de pedras.

 

A promoção das rotas acima mencionadas decorre do trabalho articulado entre a PROMPERÚ e atores regionais, como o Departamento de Comércio Exterior e Turismo (DIRCETUR) Cusco, a Associação de Operadores de Turismo, Aventura e Ecologia de Cusco (AOTEC) e a Organização de Gestão de Destino (OGD) Cusco, com o objetivo de promover novas opções com amplo potencial e que vinham sendo pouco ofertadas.

 

A #CuscoLovers faz parte da campanha #LoBuenoDeViajar, voltada para o turista peruano que busca impulsionar as visitas ao interior do país, diversificar a oferta turística da região Inca e aproximar o público, principalmente de Lima, para destinos não convencionais.

 

Assista aos vídeos:

 

Vídeo Rota Mirante de Condores de Chonta

Vídeo Rota Ponte Inca de Q'eswachaka

Vídeo Rota Três cânions de Suykutambo

Vídeo Rota Palccoyo Montanha Arco-Íris

 

Saiba mais em: www.ytuqueplanes.com/cusco-lovers

 

Sobre destinos turísticos do Peru: http://www.peru.travel/pt-br/

 

Uma entrevista com a artista plástica Maria Amélia

Uma entrevista com a artista plástica Maria Amélia

ARTE DE MARIA AMÉLIA, ENTRE NATAL E PORTUGAL.
PERFIL - Artista Plástica, cadastrada pela Secretaria de Cultura e Turismo do Estado do RN;   Jornalista formada pela UnB, com Especialização, Mestrado e Doutorado em Educação pela UFRN; formada em francês, com o Curso Superior Nancy pela Aliança Francesa, estudiosa de línguas estrangeiras. Nasceu em Salvador-Bahia, cidade da família materna, com nacionalidade também portuguesa. Reside em Natal, local de sua família paterna.


Maria Amélia, sendo você uma Artista Plástica com grande currículo de exposições e reportagens sobre sua pintura na mídia nacional e portuguesa, você informa que está com um novo projeto artístico. Fale-me um pouco sobre este projeto.
Atualmente desenvolvo um blog com a mostra de algumas de minhas pinturas, onde priorizo um olhar diverso sobre o mundo, através de países e paisagens, em viagens reais ou imaginárias. Começo esse novo projeto propondo uma série de pinturas sobre as belezas da região norte de Portugal, o Minho, por admirar a natureza e monumentos deste belo país, sua cultura e história, suas tradições e religiosidade. É o "turismo em forma de viagens pictóricas". Faço aí também uma homenagem às origens de minha família materna, com o meu coração de cidadã que tem dupla nacionalidade, brasileira e portuguesa.
Entre os quadros que já se encontram no site, estão o Jardim de Santa Bárbara, a Catedral da Sé na cidade de Braga, que é a mais antiga igreja de Portugal, o Santuário do Bom Jesus do Monte, a Nossa Senhora da Imaculada Conceição do Monte Sameiro e o Santuário de Nossa Senhora da Abadia, em Santa Maria do Bouro, Amares, lugares de intensa visitação e turismo, patrimônio histórico, religioso e cultural de Portugal. 
No blog também se encontram fotos de outros tantos quadros pintados em épocas variadas, muitos deles inspirados na natureza e nas lindas paisagens de Natal e do Estado do RN, que sempre foram motivo de inspiração para minhas obras.  Interesso-me pela interação entre culturas. 

https://www.omundopelapinturademariaamelia.com/

 

Quando começou a pintar? 
Desde criança adorava desenhar e, aos 12 anos, iniciei na pintura incentivada por meus pais, através de aulas particulares, tendo buscado um contínuo aprendizado sobre esta técnica. Um ano após participava pela primeira vez de uma exposição coletiva, em Brasília, onde me formei em Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB). Desenvolvendo em paralelo as duas atividades, fui realizando mais exposições de pinturas, em coletivas ou em mostras individuais. 
Depois, já residindo em Natal com a família, ampliei o leque dessas exposições, inclusive com participações no exterior, em Aveiro e Ílhavo, Portugal, e na Espanha, em Madri. Desenvolvi trabalhos para ilustrações em livros e também tenho pintado painéis para edifícios em Natal com base em Lei Municipal, sendo artista cadastrada na Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Fundação Cultural Capitania das Artes.


Pode citar algumas de suas exposições e seus temas?
Minha temática tem sido variada ao longo dos anos, porém está sempre ligada à espiritualidade, à sensibilidade e à intenção de prevalecer o belo na natureza, aquilo que possa transmitir leveza visual e espiritual. A natureza nas minhas telas já teve sua representação por olhos incluídos na paisagem e que simbolizavam a alma ali presente, pelo destaque à luz inserida nos elementos, independentemente das regras da técnica na disposição de luz e sombra, representando assim a intensidade da emoção e magia.  Visão simbólica e poética.
Vários foram os locais onde fiz exposições, além das galerias privadas, entre as quais destaco: IBM do Brasil; Embaixada dos Estados Unidos em Brasília; Centro Cultural do Jardim Botânico do Rio de Janeiro; Museu Câmara Cascudo em Natal-RN, Fundação José Augusto e Capitania das Artes, por organizadores diversos, incluindo o Comando do 3º Distrito Naval, Biblioteca Pública Câmara Cascudo, Solar Bela Vista, Aliança Francesa, Caixa Econômica Federal, SEBRAE, Banco do Brasil e Centro de Convenções, também em Natal-RN.  Participei com a minha pintura em festivais de Arte e Cinema, projetos de out-door, manifestações públicas de Arte.

Como analisa o setor? 

Há vários anos havia em Natal algumas galerias de Arte que permanentemente promoviam diversas manifestações artísticas, porém esse segmento perdeu ritmo durante algum tempo. Uma galeria que manteve sua tradição foi a da Artista Plástica Marlene Galvão e a Fundação Capitania das Artes continua ativa. Temos hoje também, na produção de Arte local, a Conviv'Art-NAC, na UFRN, e a Pinacoteca do Estado, antiga sede do Governo do RN. 
Natal sempre contou com excelentes artistas. Do início de minha projeção artística, vale citar grandes e eternos artistas com os quais pude trocar ideias, como os falecidos Dorian Gray e Thomé. Jomar Jackson, Fernando Gurgel, Vicente Vitoriano e Demétrius Coelho, entre outros, são nomes que têm seu espaço merecidamente conquistado. 
Agradeço pela visão dos críticos, jornalistas ou profissionais de Arte que tão bem escreveram sobre meu trabalho e souberam interpretar minha mensagem pictórica, a exemplo de Franco Jasiello, Antônio Marques de Carvalho, Vicente Vitoriano, Flávio Rezende, Nelson Patriota e Paulo Macêdo. Silvana Mesquita, diretora da Fundação José Augusto e depois diretora do Teatro Alberto Maranhão, foi um nome de peso para a divulgação da Arte do Estado do Rio Grande do Norte. 
Hoje, vamos além das galerias porque temos as portas abertas para alcançar um grande público através da internet. A forma de se comunicar mudou e, consequentemente, também propiciou novas maneiras de se mostrar a Arte.  Todos os caminhos se somam, mas estive trabalhando à parte do mercado, a fim de alimentar a minha liberdade de criação, enquanto introspecção necessária do artista. 


Como define o seu estilo?
A minha técnica de pintura, em óleo sobre tela, segue do figurativo ao abstrato, entre o clássico e o moderno. São quadros que interpretam natureza, pessoas, passeios, paisagens, espiritualidade e fantasias. Já me detive também na pintura de retratos, porém atualmente me concentro na livre criação, caracterizada na transformação da natureza em mundos de luz, reais ou imaginários, além de, no projeto citado, privilegiar a pintura de lugares históricos e paisagens a visitar em Portugal. Traduz-se em viagens e sonhos, através da pintura simbólica. 

Qual a importância do seu trabalho no mercado atual?
Sua importância está em poder transmitir sonhos, em forma de viagens pela pintura, buscando alcançar um maior número de pessoas; poder proporcionar novos olhares sobre o mundo, valendo-se da imaginação que nos leva a percorrer cidades, paisagens reais ou não. É o "turismo em viagens pela pintura", cujo significado é compartilhar leveza em passeios e transmitir luz espiritual. Muito além de visar o mercado, penso que o mundo atual necessita de novos olhares sobre o que vemos para suavizar a existência e melhorar as relações humanas. 

legenda foto : Santuario do Sameiro, em Braga, Portugal. Miniquadro pintado por Maria Amélia

Marcelo Queiroz lidera delegação técnica na Alemanha em treinamento

Marcelo Queiroz lidera delegação técnica na Alemanha em treinamento

 

 

O presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz, lidera, ao longo desta semana, delegação formada por membros do trade turístico, executivos e técnicos do Senac RN, que estão no estado alemão da Renânia-Palatinado para treinamento com foco no modelo de certificação por competência, realizado no país europeu. Até a próxima sexta-feira o grupo cumpre uma extensa agenda de atividades.

 

A iniciativa integra um dos eixos de trabalho da segunda fase do Projeto Verena, que prevê o desenvolvimento de um modelo de certificação a ser implantado de forma pioneira no Rio Grande do Norte, inspirado na exitosa experiência alemã.

 

Na abertura dos trabalhos, o diretor executivo da Câmara do Comércio da Cidade de Trier (IHK Trier), Jan Glockauer, destacou a parceria com o Sistema Fecomércio RN. “Este momento é muito importante para o cumprimento das metas desta nova fase do Projeto. Estamos extremamente satisfeitos com os resultados obtidos com esta parceria, em especial com a premiação do Governo Federal do Brasil, que reconheceu o Projeto Verena como o melhor com foco na qualificação para o turismo em todo o País”, disse referindo-se ao Prêmio Nacional do Turismo, conferido ao Senac RN, em dezembro de 2018.

 

O presidente Marcelo Queiroz agradeceu à equipe responsável pelo projeto na IHK Trier e destacou a importância de, cada vez mais, buscar mecanismos para fortalecer a atividade turística do Rio Grande do Norte, que atualmente emprega cerca de 120 mil pessoas no estado.

 

Segundo ele, um dos principais objetivos da viagem é aprimorar a metodologia de trabalho e os cursos do Senac RN, aproximando, cada vez mais, os conteúdos aprendidos na escola às reais necessidades do mercado. “Este é um tema que temos amadurecido desde a missão realizada em 2017. Estamos diante de um modelo de formação reconhecido em todo o mundo e temos a oportunidade de pensar formas de adaptá-lo à realidade brasileira, trazendo ganhos reais aos profissionais e às empresas de nosso estado”, afirmou.

 

Na ocasião, Queiroz ainda fez a entrega de uma réplica do troféu e certificado recebido pelo Ministério do Turismo aos executivos da IHK Trier.

 

Agenda

 

A delegação segue com programação técnica que conta com aulas teóricas, atividades práticas e visitas a estabelecimentos de referência nas cidades de Trier, Vulkaneifel e Meckel.

 

Na sexta-feira, 24, o presidente Marcelo Queiroz e o cônsul honorário da Alemanha no RN, Axel Geppert, participam, na cidade de Mainz, de audiência com o Ministro da Economia, Transportes, Agricultura e Vinicultura da Renânia, Volker Wissing. Na pauta, a discussão da ampliação de parcerias bilaterais.

 

Além de Marcelo Queiroz e Axel Geppert, integram a missão os empresários do segmento hoteleiro José Odecio (presidente da ABIH-RN) e George Gosson; os diretores do Senac, Raniery Pimenta, Rafaela Sampaio e Lucinete Araújo; os técnicos da Instituição, Sandra Costa, Glenda Guedes, Louise Saldanha, Eliane Soares e Paulo Arsand; bem como o profissional Gustavo Pereira, maitre do Restaurante Camarões. A viagem da comitiva potiguar é custeada pelo governo Alemão, dentro do Projeto Verena.

 

O Projeto Verena

 

O Projeto Verena é operado por meio do Senac RN e surgiu da parceria entre o Sistema Fecomércio RN e o estado alemão da Renânia-Palatinado, iniciada em 2009. No caso do Verena, o braço alemão é a Câmara do Comércio da Cidade de Trier. O objetivo da iniciativa é promover o intercâmbio de conhecimentos para contribuir com a implementação de novas tecnologias e desenvolvimento do turismo potiguar, o que tem possibilitado ao Senac RN acesso à metodologias e processos inovadores voltados à cadeia produtiva do turismo.

 

A partir da estruturação do Projeto Verena, desde 2016, uma série de investimentos e ações foram implementadas, resultando na criação de mais de 30 novos cursos pelo Senac, os quais já beneficiaram mais de 500 pessoas. No ano passado, a parceria foi renovada até 2021.

 

Grupo Reviver fará festa junina no Iate Clube com renda destinada para prevenção

Grupo Reviver fará festa junina no Iate Clube com renda destinada para prevenção

 

Está confirmada para o próximo dia 7 de junho, no Iate Clube de Natal, a realização do “Arraiá do Reviver”, festa junina idealizada pelo Grupo Reviver, que irá destinar toda a arrecadação do evento para fortalecer ações votadas para a prevenção e detecção do câncer de mama, e a aquisição de uma unidade móvel para fazer exames de mamografia no interior do estado. A animação da noitada, que terá início às 20 horas, ficará por contas das Bandas Circuito Musical e Messias Paraguai, além de Davi Castelly e o DJ Dilvan.

Segundo a procuradora aposentada, Idaíza Cavalcanti, o Grupo Reviver precisa que a festa tenha ampla adesão da sociedade, para que a instituição possa continuar fazendo trabalho que desenvolve. “Estamos fazendo entre 1.000 e 1.200 mamografias por mês e esse trabalho tem disso feito com recursos que arrecadamos anos anteriores. A ideia agora é ampliar e expandir as ações para o interior através da aquisição de uma unidade móvel”, explica.

Parceiro na iniciativa, o comodoro do Iate Clube de Natal, advogado Kaleb Freire, disse que toda a estrutura do clube foi disponibilizada para apoiar o São João do Grupo Reviver, que deverá ter a participação da família iateana, através de seu quadro de associados. “Estamos convidando todos os sócios para participar do evento”, disse.

O “Arraiá do Reviver terá muita comida típica e forró para celebrar uma das mais genuínas e tradicionais manifestações culturais. Senhas individuais podem ser adquiridas pelo valor promocional de R$ 60,00 até a próxima sexta-feira, dia 20. No sábado, o ingresso passa a custar R$ 80,00. O bar do Iate Clube estará funcionando normalmente, mas, quem quem quiser, pode levar vinho ou espumante.

O evento  conta com o patrocínio da Office Iluminações, TCM Geradores e agência, complexo de ensino ED/HC e decoração de Clodoaldo Bahia. Os pontos de venda dos ingressos são Iate Clube de Natal, Formule Farmácia de Manipulação. Banca do Tota, Studio Power Plate e com as associadas do Grupo Reviver.

SERVIÇO:

ARRAIÁ DO REVIVER

DIA: 07 DE JUNHO

HORA: 20 hs

LOCAL: IATE CLUBE DE NATAL

INFORMAÇÕES: 84 98768.9577

CEO da IATA traz recomendações para alavancar o valor da aviação no Brasil

 

 Alexandre de Juniac, diretor geral e CEO da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA - International Air Transport Association), visitou o Brasil recentemente para se reunir com vários representantes de alto nível do governo brasileiro e de instituições estatais.

A aviação atualmente contribui com cerca de US$ 18,8 bilhões para o PIB anual brasileiro e gera mais de 800 mil empregos no país. Porém, o mercado de aviação no maior país e economia da América Latina tem um grande potencial de crescimento, principalmente em termos de conectividade doméstica e diversificação de conexões internacionais. Para isso, a IATA recomenda:

  • Eliminar a política de preços de paridade de importação para o combustível de aviação. Embora mais de 90% do combustível de aviação consumido no Brasil seja produzido localmente, devido à política regulatória local, o preço é calculado como se fosse importado do Golfo do México. Além disso, com a falta de concorrência interna no mercado de combustíveis, o custo adicional para as companhias aéreas chega a US$ 300 milhões, o que, por fim, afeta o preço das passagens aéreas.
  • Manter e expandir a política de liberdade tarifária, permitindo que as companhias aéreas atendam à demanda crescente dos consumidores. Os consumidores merecem opções e as companhias aéreas estão respondendo a essa demanda oferecendo transparência nos preços e serviços personalizados. A aprovação da Resolução 400 em 2016 no Brasil permitiu que as companhias aéreas atendessem a essa demanda. A restrição dessa liberdade provavelmente causaria aumento de custos e menores opções aos consumidores.
     
  • Seguir os padrões globais de proteção ao consumidor. O Brasil precisa estar alinhado aos padrões globais de responsabilidade das companhias aéreas, principalmente em questões como atrasos e cancelamentos de voos por motivos de força maior. A estrutura global foi estabelecida na Convenção de Montreal de 1999 (MC-99), da qual o Brasil é signatário, e cuja participação foi ratificada em 2006. As companhias aéreas que operam no Brasil continuam enfrentando um número excessivo de ações judiciais, resultando em danos financeiros e, às vezes, danos morais, devido a atrasos e cancelamentos de voos que estão fora do controle da empresa aérea. Esta prática é injusta e aumenta consideravelmente o custo da viagem para todos, pois estes custos precisam ser recuperados. 
     
  • Contínua modernização dos aeroportos brasileiros e espaço aéreo. Esse processo precisa avançar e, ao mesmo tempo, garantir que os novos modelos de concessão cumpram suas promessas de maior eficiência e menores custos para as companhias aéreas e os viajantes. A privatização dos aeroportos é uma opção viável, mas o modelo atual enfatiza a seleção da proposta que ofereça o maior valor ao governo. O ideal é que os aeroportos operem como um catalisador para o desenvolvimento econômico das suas comunidades, fornecendo infraestrutura moderna e eficiente a custos razoáveis para as companhias aéreas. Além disso, o gerenciamento do espaço aéreo brasileiro precisa continuamente ser mais eficiente para um maior alinhamento às melhores práticas globais. Isto se aplica principalmente à região que cobre o sistema de múltiplos aeroportos de São Paulo.

"Nas conversas que tive em Brasília, enfatizei que as atuais políticas do governo estão prejudicando o país quanto aos potenciais benefícios econômicos e sociais que um setor saudável da aviação pode trazer. O alto custo de fazer negócios para nossa indústria no Brasil deve ser enfrentado. As melhorias na eficiência e capacidade do espaço aéreo devem continuar. E as leis de proteção ao consumidor do país devem estar alinhadas às melhores práticas globais. Se o governo puder trabalhar com o setor na formulação de políticas que apoiem essas mudanças fundamentais, a melhora na conectividade dará o impulso necessário às perspectivas para a economia do Brasil", disse Alexandre de Juniac, Diretor Geral e CEO da IATA.

Enquanto Alexandre de Juniac esteve no Brasil, a IATA divulgou seu estudo mais recente sobre o valor do transporte aéreo no Brasil. A IATA estima que a demanda global por transporte aéreo dobrará nos próximos 20 anos. Enfrentar os desafios atuais no Brasil pode melhorar o ambiente operacional e regulatório. Isso permitirá que o número total de empregos promovidos pela aviação no país supere a marca de 3 milhões até 2037, com a contribuição de US$ 88 bilhões para o PIB do país e quase 500 milhões de passageiros por ano.

"Eu digo que a aviação é o negócio da liberdade porque permite que as pessoas levem uma vida melhor, conectando famílias e amigos. A aviação é um catalisador do crescimento econômico, social e educacional. A população do Brasil vai além de 200 milhões de pessoas, mas atualmente são 100 milhões de passageiros por ano. Com a infraestrutura rodoviária e ferroviária do país, o fortalecimento da conectividade por meio da aviação é a melhor maneira de ligar esse vasto país internamente e com o mundo", comentou Alexandre de Juniac.

Durante a sua visita a Brasília, Alexandre de Juniac falou com representantes dos Ministérios da Defesa e da Infraestrutura, com os presidentes do Supremo Tribunal e da Câmara dos Deputados e com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Sobre a IATA

A IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) representa cerca de 290 empresas aéreas que abragem 82% do tráfego aéreo global. Para mais informações sobre a IATA visite www.iata.org.

Blogs


Clique aqui e receba nossas notícias gratuitamente!