Turismo & Negócios

Decreto estadual regula aplicação da Lei Aldir Blanc no RN

 

 

A governadora Fátima Bezerra assinou decreto que regulamenta procedimentos para aplicação dos recursos provenientes da Lei Aldir Blanc, que destina R$ 32 milhões para a área cultural durante a pandemia do novo coronavírus no Rio Grande do Norte. "Este decreto é fundamental para que o Estado tenha total segurança jurídica em suas ações dentro dos procedimentos necessários à aplicação dos recursos provenientes da Lei Aldir Blanc", diz o presidente da Fundação José Augusto (FJA), Joaquim Crispiniano Neto.
 
O presidente da FJA afirmou, ainda, que "a medida vem para promover a disseminação dos recursos e alcançar democraticamente o maior número de pessoas possíveis que estejam na área cultural com o objetivo de minimizar os efeitos da pandemia".
 
De acordo com o decreto publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (11), praticamente 50% dos recursos - cerca de R$ 15 milhões, serão distribuídos como renda mensal aos trabalhadores da cultura no Rio Grande do Note, que serão pagas em três parcelas no valor de R$ 600,00 a cada beneficiário por meio da Plataforma Mais Brasil e do sistema BB Gestão Ágil.
 
Também serão destinados R$ 17,13 milhões para custeio de editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural e outros instrumentos destinados à manutenção de agentes, de espaços, de iniciativas, de cursos, de produções, de desenvolvimento de atividades de economia criativa e de economia solidária, de produções audiovisuais, de manifestações culturais, bem como à realização de atividades artísticas e culturais que possam ser transmitidas pela internet ou disponibilizadas por meio de redes sociais e outras plataformas digitais.
 
Segundo o regulamento, farão jus à renda emergencial mensal as pessoas físicas residentes e domiciliadas no Rio Grande do Norte que tiverem os seus cadastros homologados e aptos ao auxílio. Os recursos poderão ser remanejados, para a manutenção de espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias que tiveram as suas atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social.
 
A solicitação da renda emergencial mensal aos trabalhadores da cultura deverá ser realizada por meio do site da Fundação José Augusto (FJA) no endereço eletrônico https://www.cultura.rn.gov.br.
 
COMITÊ
Ainda está prevista a criação do Comitê de Gestão de Acompanhamento e Fiscalização da Lei Aldir Blanc (COGEAF) com atribuições para realizar as tratativas necessárias com os órgãos do Governo Federal responsáveis pela descentralização dos recursos; acompanhar as etapas de transferência dos recursos do Governo Federal para o Poder Executivo Estadual; fiscalizar a execução dos recursos transferidos; elaborar relatório e balanço final a respeito da execução dos recursos e definir, em conjunto com os Municípios, o âmbito em que cada ação emergencial será realizada, de modo a garantir que não haja sobreposição entre os entes federativos.
 
Diversas normas e exigências para habilitação dos interessados constam do decreto nº 29.975, datado do dia 10, o qual prevê, ainda, que a manutenção dos espaços culturais e artísticos, terá direito a um subsídio mensal mínimo de R$ 3 mil e máximo de R$ 10 mil, cabendo aos Municípios definirem os critérios para a sua concessão.
 
Já os documentos válidos para a comprovação nas áreas artísticas e culturais abrangem imagens, fotografias, vídeos, mídias digitais,  cartazes, catálogos, reportagens, material publicitário e contratos anteriores.
 
Os gastos relativos à manutenção da atividade cultural do beneficiário poderão incluir despesas realizadas com internet, transporte, aluguel, serviços de telefonia, consumo de água e luz e outras despesas relativas à manutenção das atividades culturais do beneficiário.
 
Lei Aldir Blanc (Lei Federal nº 14;017, de 29 de julho de 2020)
Valor destinado ao RN - R$ 32.128.654,90
Valor para trabalhadores - R$ 15 milhões
Renda mensal individual - R$ 600,00 em três parcelas
Valor para custeio - R$ 17.128.654,90
 
Composição do CCOGEAF
- Diretor-Geral da Fundação José Augusto (FJA), que o presidirá
- Dois representantes do Gabinete Civil do Estado (GAC)
- Um representante da Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças (SEPLAN)
-  Um representante da Controladoria-Geral do Estado (CONTROL)
- Um representante da Procuradoria-Geral do Estado (PGE).
 
Atividades culturais e artísticas
- Pontos e pontões de cultura
- Teatros independentes
- Escolas de música, de capoeira e de artes e estúdios, companhias e escolas de danças
- Circos e cineclubes
- Centros culturais, casas de cultura e centros de tradição regionais
- Museus comunitários, centros de memória e patrimônio
- Bibliotecas comunitárias
- Espaços culturais em comunidades indígenas
- Centros artísticos e culturais afro-brasileiros
- Comunidades remanescentes de quilombos
- Espaços de povos e comunidades tradicionais
- Festas populares, inclusive o carnaval, São João e outras populares
- Teatro de rua e demais expressões artísticas e culturais realizadas em espaços públicos
- Livrarias, editoras e sebos
- Empresas de diversão e produção de espetáculos
- Estúdios de fotografia
- Produtoras de cinema e audiovisual
- Ateliês de pintura, moda, design e artesanato
- Galerias de arte e de fotografias
- Feiras de arte e de artesanato
- Espaços de apresentação musical
- Espaços de literatura, poesia e literatura de cordel
- Espaços e centros de cultura alimentar de base comunitária, agroecológica e de culturas originárias, tradicionais e populares

Foto ilustrativa: Assecom-RN

 

 

Encontro dos Profissionais do Turismo de Tibau do Sul e Pipa

Encontro dos Profissionais do Turismo de Tibau do Sul e Pipa

 

 

 

 

 

 Promover o diálogo e a integração do trade turístico potiguar no processo de retomada é o que propõe o I Encontro dos Profissionais do Turismo de Tibau do Sul e Pipa. Pautado pela jornalista Cristina Lira, o evento acontece nesta quinta-feira (10) numa parceria com o hotel Sun Bay, na praia de Pipa. Para a ocasião, dois palestrantes foram convidados: o presidente da Empresa de Promoção Turística Potiguar (Emprotur), Bruno Reis, e o presidente da Associação dos Hoteleiros de Tibau do Sul e Pipa (Ashtep), Wanderson Borges. A subsecretária de Turismo do RN, Solange Portela já confirmou presença. Image

 

 

 

A edição em Pipa contará com o apoio do Datashow para transmissão online e será exibida no canal do Youtube do "Encontro dos profissionais de Turismo". Presencialmente, porém, o evento seguirá os padrões de segurança sanitária, com uso obrigatório de máscaras, número restrito de participantes e distanciamento.

 

É a primeira vez que o Encontro idealizado por Cristina Lira chega à Pipa. "O projeto nasceu há nove anos em Natal, com a ideia de reunir players do Turismo para debater diversos assuntos do segmento. Acabou se tornando referência no calendário da cidade", diz Cristina Lira, que reforça a escolha de Pipa neste momento pela importância do destino no contexto do Turismo nacional e internacional.

 

Além da capital potiguar, outras cidades do Brasil e da Europa foram palco do evento, que agora busca contemplar outros municípios do Rio Grande do Norte, priorizando a interiorização do Turismo.

 

"O Rio Grande do Norte trabalha no caminho da união dos diversos atores que compõem o Turismo. Fomos o primeiro estado a receber o selo Safe Travels do WTTC e garantimos o selo Turismo Mais Protegido em um esforço local conjunto. Pensamos a retomada em três pilares, com estratégias a curto, médio e longo prazo específicas para os polos regional, nacional e internacional. Queremos socializar e alinhar ainda mais essas questões com o trade no evento", conclui o presidente da Emprotur, Bruno Reis.

Rodada de negócios fomenta a interiorização do turismo no RN

 

 

Estimular o turismo regional é parte do Plano de Governo da professora Fátima Bezerra e integra as estratégias de retomada das atividades do turismo no Rio Grande do Norte, neste cenário de pandemia. E para aproximar os hotéis e pousadas, situados na capital e principalmente no interior, de agências de viagens, e incentivar a criação de pacotes turísticos para dentro do território potiguar, a Secretaria do Turismo (Setur), a Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), a Associação Brasileira de Agências de Viagens do RN (ABAV) e o Sebrae promoveram, nesta quarta-feira (09), a primeira rodada virtual de negócios entre as empresas que possuem a chancela do selo RN+Protegido.
 
A iniciativa marca a conclusão de um longo trabalho iniciado logo após a suspensão das atividades do setor, quando Estado e empresariado uniram esforços para planejar a retomada, tendo a biossegurança e interiorização do turismo como focos. "Nós planejamos esta ação para mostrar o RN para o RN, durante dois meses realizamos reuniões semanais e foram selecionados os municípios com maior potencialidade turística. Este trabalho culminou com a realização da rodada de negócios de hoje. O objetivo é que os agentes de viagens que estavam habituados a vender outros estados, agora passarão a incluir os destinos do Rio Grande do Norte em suas prateleiras de vendas", destacou Kayo Feitosa, subgerente de Promoção Regional da Emprotur.
 
Nesta primeira rodada de negócios participaram vinte empresas entre  meios de hospedagem, agências de turismo e receptivos. A proposta da rodada de negócios é estabelecer um elo entre os dois segmentos do setor e fomentar pacotes de viagens que possam ser desfrutados com segurança pelos potiguares, fortalecendo a interiorização do turismo, ampliando a geração de negócios nessa cadeia produtiva.
 
Saúde e segurança são prioridades na retomada das atividades na indústria do turismo e são diferenciais na escolha do destino. Por isso, ter o Selo Turismo + Protegido foi requisito básico para participar da rodada de negócios. A certificação é concedida pelo Governo do Estado aos estabelecimentos que cumprem as normas e protocolos de segurança sanitária para preservar a saúde dos visitantes, funcionários e os demais públicos envolvidos na cadeia produtiva.
 
Para Michelle Pereira, presidente da Associação da ABAV, esta ação representa um importante marco na aproximação entre as agências de viagens e os meios de hospedagem locais. "Esta foi a primeira de muitas rodadas de negócios, resultado da parceria Setur, Emprotur, Abav e Sebrae. Foi extremamente positiva pois nos possibilitou mostrar a importância da agência e do agente de viagens e estreitar as relações comerciais com os fornecedores e fortalecer cada dia mais o turismo regionalizado".
 
O Sebrae/RN é um dos realizadores da ação, além de encampar a capacitação das empresas e profissionais para o recebimento do selo do RN. "Garantir o cumprimento dos protocolos de biossegurança é fator essencial para a retomada de atividades econômicas que ofertam serviços. O Sebrae continuará como parceiro realizando as capacitações para que o maior número de empresas estejam devidamente licenciadas, promovendo o RN como destino seguro", ressaltou o diretor técnico do Sebrae/RN, João Hélio Cavalcanti.
 
A hoteleira, Ana Sonehara Muller, elogiou as medidas de incentivo e planejamento criadas durante este momento de pandemia. "O Rio Grande do Norte tem mostrado seriedade e compromisso com o turismo. A união de todos foi fundamental. Estado, prefeituras e o empresariado buscando construir soluções coletivamente. Iniciativas como a rodada de negócios e a criação do programa Turismo Cidadão, são alguns exemplos muito positivos", enfatizou a representante do setor.
 
"A primeira experiência foi muito exitosa, essa aproximação comercial entre as agências e empresas é um start para este novo momento que vivenciamos. Chegou a hora de promover a regionalização do RN", reforçou a empresária Decca Bolonha e vice-presidente do Sindicato das Empresas de Turismo do RN (Sindetur).
 
Após essa aproximação comercial, será gerado um catálogo de oportunidades com as informações de todos os participantes para que possam estabelecer as negociações.
 
Safe Travels  Stamp e selo Turismo+Protegido
 

O Estado foi o primeiro do Brasil a receber o selo. A iniciativa mostra ao Brasil e ao mundo o empenho do RN em se adaptar aos protocolos globais de segurança sanitária, colocando o Estado em posição de destaque no cenário turístico regional, nacional e internacional. Além de oferecer mais confiança e credibilidade aos viajantes na hora de escolher o destino.

Para garantir o cumprimento dos protocolos, a secretaria do Turismo do RN criou o selo Turismo+Protegido, que promove capacitação do trade turístico potiguar, padronização dos protocolos de segurança e ainda o monitoramento semestral para sua manutenção.

Construído com base em estudos e padrões sanitários recomendados nacional e internacionalmente, o selo surge em uma plataforma digital disponível online. No site www.turismoprotegido.rn.gov.br, as empresas podem dar início ao processo de credenciamento e os viajantes podem conhecer as empresas credenciadas com base no destino de interesse e preparar um roteiro seguro para a visita.

Sodiê Natal lança novos sabores de salgados e amplia área de cobertura no Ifood

 

- A Sodiê Doces, maior franquia de bolos artesanais do país, amplia seu cardápio de salgados para deixar os momentos dos clientes ainda mais saborosos. A linha, composta de mais de 25 tipos de combinação de recheios (coxinha de carne, de frango, com requeijão, quibe tradicional e recheado, pastel assado de frango, calabresa, bacalhau, carne seca, bolinha de queijo, requeijão e travesseirinho de presunto e queijo) se une a mais 15 lançamentos de dar água na boca.

Os novos sabores, empada de atum com palmito, quiches de 4 queijos, camarão, atum com palmito, pastel de presunto com queijo minas, tortas de frango com brócolis e queijo, atum com palmito, minicoxinhas de brócolis com bacon, carne seca com abóbora, palmito, calabresa grill, frango grelhado, minibolinhas de 4 queijos, calabresa com queijo e pão de queijo, podem ser consumidos no formato tradicional ou na versão mini, e o cliente pode comprar congelado ou levar quente para casa.

Além dos salgados, a marca tem mais de 100 variedades de sabores de bolos de massa branca ou de chocolate, com recheios diversos que incluem morango, limão, coco, nozes, abacaxi, damasco, chocolate branco, chocolate ao leite, leite em pó, brigadeiro, doce de leite, leite condensado, entre outros e que agradam a todos os paladares.

Em Natal, a Sodiê fica na Av. Prudente de Moraes, 1869, Barro Vermelho. Os pedidos podem ser feitos pelo telefone (84) 3346-0020 e pelo aplicativo Ifood que ampliou ainda mais a sua área de cobertura da loja, com várias formas de pagamento e bairros com entrega gratis. A Sodiê Natal tem também promoção do delivery próprio com taxa de entrega de apenas R$ 5 para vários bairros da cidade. A loja aceita cartões de débito e crédito. Whatsapp: (84) 99423-5680.

Sodiê Doces:
A Sodiê Doces maior franquia de bolo do país, possui atualmente mais de 315 lojas abertas no Brasil e uma unidade na cidade de Orlando, nos EUA. Em seu cardápio há mais de 100 variedades de sabores e uma linha Zero Açúcar especial. Os bolos são elaborados à base de pão de ló, matéria-prima de primeiríssima qualidade e frutas frescas. Capazes de conquistar todos os paladares, eles ainda têm um preço muito acessível e mensalmente a marca traz o Bolo do Mês, com dois sabores, que ganham desconto especial em todas as unidades da rede. A rede também ampliou seu portfólio de sabores das tradicionais balas de coco, hoje são 20 sabores.
Em 2017, a marca inaugurou a fábrica de salgados com sede em Boituva. O espaço tem 1,3 mil m2 e produz cerca de 80 mil salgados por dia que podem ser encontrados em todas as lojas da Sodiê Doces. Para este ano, os produtos também serão comercializados no setor de alimentação fora do lar: supermercados, padarias e lojas de conveniência.

Site: www.sodiedoces.com.br
Instagram: @sodiedocesnatal

Senac RN abre nova etapa de cursos gratuitos na área de biossegurança

Senac RN abre nova etapa de cursos gratuitos na área de biossegurança

 

Estão disponíveis mais de 150 vagas, de um total de 1.300, em cursos que preparam estabelecimentos para atuar de acordo com os decretos em vigor e seguindo o conceito de turismo protegido

  - Dando continuidade à série de ações previstas no Plano de Retomada do Turismo elaborado em parceria com o Governo do Estado e entidades ligadas ao trade, o Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac, deu início nesta segunda-feira (08), a mais um período de matrículas em cursos gratuitos para profissionais do segmento turístico. As inscrições seguem até a próxima segunda-feira (14), pelo site rn.senac.br.

 

Nesta etapa estão sendo oferecidas 150 novas vagas em cursos que têm como foco habilitar trabalhadores envolvidos na cadeia produtiva do turismo, com treinamentos para implementação das normas de biossegurança exigidas no Plano. Ao todo, já são 1.300 vagas ofertadas.

 

Podem participar profissionais que atuam nos segmentos relacionados à atividade turística em Meios de Hospedagem; Alimentos e Bebidas; Serviços Receptivos, Espaços e Equipamentos de Lazer e Visitação. A participação nas qualificações permitirá que as empresas se habilitem a receber o Selo Turismo Mais Protegido, lançado pelo Governo do Estado com o objetivo de atestar os padrões de qualidade implementados nesses empreendimentos.

 

Para se inscrever, é preciso ter renda familiar mensal per capita de até dois salários mínimos federais, comprovados por meio de auto declaração, e apresentação de documentos pessoais, como RG, CPF, comprovante de residência e escolaridade. O candidato também deve dispor de computador com acesso à internet, visto que as aulas ocorrerão a distância.

 

Sobre o PRT

 

O Plano de Retomada do Turismo do Rio Grande do Norte é uma ação liderada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Turismo, com o objetivo de promover ações integradas dos empreendimentos turísticos para garantir a saúde pública e organizar a retomada gradativa das atividades, preservando os empregos e auxiliando na segurança econômica e sanitária. O Plano prevê ações de grande porte, a serem desenvolvidas ao longo dos próximos 18 meses.

 

Serviço:

 

Cursos Gratuitos Senac RN - Plano de Retomada do Turismo

Período:  08 a 14 de setembro.

Inscrição:rn.senac.br

Vagas: 150

"Cozinhando com o Chef" terá rigatoni com linguiça de pato e porccini

Na próxima quinta-feira (10), o “Cozinhando com o Chef Daniel Cavalcanti” terá como tema “Rigatoni com linguiça de pato e porccini”. A oficina gastronômica online, que conta com o apoio da Distribuidora Eloi Chaves, será transmitida pelo canal do Cascudo no YouTube, as 19h30.

 

Para quem desejar preparar o prato em casa, enquanto acompanha a transmissão, o Cascudo preparou um kit para três pessoas, com todos os ingredientes e receita por escrito no valor de R$ 120,00. Já os apaixonados por vinhos, poderão adquirir com o Magazzino o excelente Viejo Feo Cabernet Sauvignon para harmonizar com a refeição, no valor de R$ 66. 0 pedido do kit e do vinho pode ser feito pelo (84) 99828.7007 (Whatsapp) ou no site: www.cascudobistro.com.br. Também haverá o sorteio de um kit entre os seguidores do Instagram.

 

Já na sexta (11), a partir das 20h, a cantora Endaira estará no Cascudo para um show no melhor estilo voz o violão. No repertório grandes sucessos da MPB, Bossa e Samba. O couvert é de R$ 10 por pessoa.

 

Image

-->

Blogs