O ministro da Economia, Paulo Guedes, encerrou sua fala inicial em debate sobre a reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Ele defendeu a adoção de um sistema de capitalização individual. No texto encaminhado pelo governo (PEC 6/19), cada futuro trabalhador terá uma conta para depositar suas contribuições para aposentadoria.

Guedes comparou o sistema atual, de repartição simples – os trabalhadores pagam os benefícios dos aposentados –, a um avião sem combustível que se dirige para alto-mar. Ele disse ser apenas um equacionador, que elaborou uma proposta sobre a qual cabe ao Congresso decidir “se colocaremos nossos filhos e netos nesse avião”.

Assista ao debate ao vivo.

Agência Câmara