Após crítica, ministra de Lula suspende nota técnica sobre aborto

29 de Fevereiro 2024 - 15h56
Créditos: Fernando Frazão/Agência Brasil

Após críticas da oposição, a ministra da Saúde, Nísia Trindade, decidiu suspender uma nota técnica sobre aborto no Brasil publicada pela pasta na quarta-feira (28).

A nota dizia que, entre as possibilidades de aborto legal, como estupro ou risco de vida para a mãe, não se aplicaria o “limite temporal” determinado pelo Código Penal para a realização do procedimento.

O documento derrubava outra nota do ministério, publicada ainda no governo de Jair Bolsonaro, que dizia não haver “sentido” em realizar um aborto em “gestações que ultrapassem 21 semanas”.

Com informações do Metrópoles

Notícias relacionadas

Últimas notícias