Você lembra da tal "cabana na lua" encontrada pelo rover da CNSAagência espacial chinesa, através de uma foto bem distante do objeto original, com qualidade não muito alta e que fez a internet ficar em polvorosa? Pois, após quase um mês, finalmente o rover Yutu 2 chegou no lugar da tal cabana. E era justamente o que os céticos esperavam: um grande nada de mais em forma de uma pedra.

CNSA brincou com cabana lunar

No blog Our Space, da própria agência espacial chinesa, a equipe brincou que a estrutura no lado oculto (ou lado escuro) da lua poderia ser uma nave abandonada ou uma base alienígena utilizada para paradas em viagens interplanetárias. Infelizmente a realidade é bem mais sem graça que a ficção científica (exceto se a ficção científica é um evento pós apocalíptico, porque não é nada legal viver nesses universos), e o rover Yutu 2 percorreu — lentamente — 100 metros para fotografar a pedra.

CNSA precisava mesmo levar seu jipe espacial para aquele ponto? Provavelmente sim. Afinal, o lado escuro da lua (chamado assim por nunca ter sua face virada para a Terra, não sendo visível do planeta) é pouco estudado e Yutu 2 é o primeiro objeto humano a pousar no lugar, então há muito o que conhecer da geologia do local.

Fonte: Mundo Conectado