Resfriados comuns compartilham muitos sintomas do coronavírus, então, se seu filho ficar doente durante o ano letivo, pode ser difícil dizer imediatamente se é Covid-19, disse a analista médica da CNN, Dra. Leana Wen.

Os adultos pegam um resfriado comum cerca de duas a três vezes por ano, e as crianças ficam com ainda mais frequência, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos.

A maioria das pessoas se recupera do resfriado de sete a dez dias, mas pode demorar mais se eles tiverem o sistema imunológico enfraquecido, observou o CDC.

Alguns sintomas comuns de Covid-19 e do resfriado comum incluem dor de garganta, fadiga e dor de cabeça, de acordo com Wen.

A tosse é outro sintoma comum de ambos os vírus, embora de acordo com a Mayo Clinic , a tosse do Covid-19 tenda a ser mais seca.

Quando as crianças contraem a Covid-19, elas tendem a ter sintomas mais leves do que os adultos, acrescentou Wen.

“Eu encorajaria os pais a ter um alto índice de suspeita e definitivamente não mandar seu filho para a escola se eles não estiverem se sentindo bem e tiverem algum sintoma que poderia ser Covid-19”, disse. Os sintomas específicos do Covid-19 incluem perda de olfato ou paladar, completou Wen.

Em alguns casos graves de resfriado comum, uma pessoa pode perder o olfato ou o paladar devido à congestão nasal, explicou ela. No entanto, com a Covid-19, você costuma perder o olfato ou o paladar antes da congestão nasal, acrescentou.

Pessoas que contraíram a Covid-19 também podem sofrer de diarreia e náuseas ou vômitos, sintomas que nunca estão presentes se for apenas um resfriado comum, de acordo com a Clínica Mayo.

Covid-19 e o resfriado comum também são causados por vírus diferentes. A Covid-19 é contraída pelo vírus SARS-CoV-2, enquanto o resfriado comum pode resultar do rinovírus, observou a Mayo Clinic.

Faça o teste no seu filho

Se você suspeita que seu filho tem Covid-19, o mais importante é não mandá-lo para a escola, advertiu Wen.

"Tenho certeza de que nenhum pai gostaria que outras crianças da classe fossem infectadas ou membros da família de seus colegas de classe, ou que a classe tivesse que fechar porque seu filho é sintomático e pode ter transmitido para outras pessoas", disse Wen.

A próxima etapa que Wen recomendou é fazer o teste de Covid-19 em seu filho. O teste está com maior disponibilidade hoje do que há um ano, explicou. Os pais devem entrar em contato com seus pediatras para as opções disponíveis.

Wen disse que espera que as opções de teste de Covid-19 sejam localizadas, o que significa que os melhores lugares para fazer o teste mudam dependendo de onde você mora. Em alguns casos, as clínicas locais podem ter disponibilidade ou as crianças podem ir aos locais de teste administrados pelo departamento de saúde do condado.

Evite médicos diante de sintomas leves

Para crianças com sintomas leves de Covid-19, Wen recomendou que os pais pensem duas vezes antes de ir ao médico.

“Se você tiver sintomas leves, se for Covid ou qualquer outra doença viral, você não deve ir ao consultório médico a menos que tenha falado com seu pediatra e eles estejam solicitando que você venha”, disse Wen.

Se você for sintomático, disse Wen, pode transmiti-lo a outra pessoa entrando.

Vacine seu filho - se ele for elegível para a vacina

Crianças com 12 anos ou mais são elegíveis para receber a vacina da Pfizer, única autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) até o momento para adolescentes no país.

Segundo informações obtidas pela CNN Brasil, Em São Paulo, ´por exemplo, adolescentes com comorbidades e gestantes serão vacinados entre os dias 20 e 29 de agosto. Os jovens de 15 a 17 anos serão imunizados de 30 de agosto a 5 de setembro. Depois, será a vez dos adolescentes de 12 a 14 anos, entre 6 e 12 de setembro.

Wen recomendou que os pais levassem seus filhos para serem vacinados imediatamente. São necessárias duas doses mais duas semanas antes que as vacinas de duas doses ofereçam proteção máxima.

Para os pais, vacinar os filhos é "a melhor maneira de evitar que seus adolescentes contraiam a Covid-19 e, potencialmente, falte à escola e outras atividades sociais com os amigos", disse Wen.

Fonte: CNN Brasil