De acordo com um levantamento recente feito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, através do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), o município de São Miguel apresenta uma taxa de transmissibilidade (Rt) de Covid-19 num patamar que pode ser considerado “sob controle”. Segundo a pesquisa, São Miguel apresenta uma Rt de 0,81.

A Coordenadora de Promoção e Vigilância em Saúde de São Miguel, Márcia Holanda, explica que a Taxa de Transmissibilidade, ou Taxa Rt, é um dos indicadores utilizados para medir a evolução de uma doença endêmica. De forma simples, essa taxa indica quantas pessoas podem ser infectadas a partir de uma pessoa já doente.

“O ideal é que essa taxa se mantenha o mais próximo possível de zero. A partir do momento que ela se mantém constantemente abaixo do valor 1 (um), significa dizer que a doença está em um estado controlado”, pontua a especialista.

Para Márcia Holanda, é possível associar este panorama às estratégias de enfrentamento adotadas pela Prefeitura de São Miguel em face ao novo coronavírus. “Desde o início da pandemia podemos destacar três medidas que foram fundamentais para o controle da doença: as organização de um hospital de Campanha Municipal,  a garantia da medicação para iniciar em tempo hábil o tratamento e, sobretudo, ao excelente trabalho da Comissão Técnica de Acompanhamento e Monitoramento da COVID-19  e da equipe de Vigilância à Saúde da Secretaria Municipal de Saúde”, destacou Márcia Holanda.