A maioria das pessoas tem seu próprio ritual quando acorda de manhã. Há aqueles que precisam de um banho longo, aqueles que fazem algum exercício para acordar e aqueles que apenas se sentam na cama esperando o sono para dar uma trégua.

Mas há algo que provavelmente faz parte do ritual de todos: o ato de beber uma boa xícara de café. O brasileiro é um tipo muito diversificado, então cada indivíduo terá seu estilo de café que mais agrada ou se adequa à pessoa. Pode ser puro, com leite, adoçado ou com outros ingredientes mais elaborados. Resumindo? Todos bebemos café do jeito que mais gostamos.

Café é bom para sua saúde?

Felizmente, os Anais da Medicina Interna trouxeram ao público pesquisas que comprovam que, para acabar com essa discussão de uma vez por todas, essa parte do ritual matinal das pessoas é saudável, sim. Eles fizeram pesquisas envolvendo mais de 170.000 indivíduos, nos quais levaram em conta sua saúde, estilo de vida e informações genéticas.

O resultado? Pessoas que bebem entre 2,5 e 4,5 xícaras de café por dia têm 29% menos chances de sofrer uma morte súbita. Esses dados levam em conta aqueles que gostam de café sem açúcar. No caso de quem gosta de açúcar, a xícara média é de 1,5 a 3,5.

Para poder atestar ainda mais os resultados, a equipe de pesquisa chegou a utilizar a certidão de óbito dos pacientes que morreram durante o período em que a pesquisa estava sendo realizada, afinal, este foi um trabalho que levou anos para ser concluído.

Com essas pessoas sendo monitoradas durante todo esse tempo, notou-se que dos 170 mil submetidos à pesquisa, cerca de 4.117 morreram durante esses anos de estudo.

Outros pontos que também foram levados em conta para a coleta de dados foram a idade das pessoas; sexo; etnia; se eles fumavam ou não; se praticavam ou não atividades físicas; o nível educacional; o índice de massa corporal e até mesmo como a pessoa se alimentava diariamente.

Vale ressaltar também que todos os participantes estavam livres de doenças como câncer ou problemas cardiovasculares em sua história. Todos tinham uma média de 55 anos.

Outra coisa que foi apontada por este estudo é que o café, quando consumido em 2 ou 3 xícaras por dia, pode até trazer benefícios ao coração. Mas cuidado ao consumir muita cafeína! Moderadamente, pode até fazer bem, mas ultrapassar o limite causará um risco desnecessário à saúde.

Os envolvidos optaram por um risco menor. Cerca de 10% a 15% menos chance de desenvolver doença cardíaca coronariana ou mesmo arritmias e insuficiência cardíaca. Houve até uma diminuição no risco de morte para pessoas que já tinham arritmia.