A vereador Nina Souza afirmou que o governo do estado tem que focar no combate à violência e cobrou ações mais eficazes da governadora Fátima Bezerra para coibir o aumento dos índices.

"Então é preciso, sim, ter um olhar mais rápido, mais célere para que esses índices de violência, eles diminuam. E sobretudo, haja um investimento maciço na área de inteligência.", disse a vereadora.

Em entrevista ao Portal Grande Ponto, Nina reforça a importância dos concursos para a área de segurança no RN, mas enfatiza que ainda é preciso fazer mais. A vereadora destaca a área de inteligência da Polícia como primordial para que os números diminuam, segundo ela "a polícia investigativa, a polícia de inteligência, é fundamental. Porque a impunidade é o vetor pra que a violência aumente."

Na entrevista, a vereadora também reconheceu que a governadora Fátima Bezerra tem feito um bom trabalho diante das condições, já que o cenário ainda é de pandemia e grande parte dos recursos oruindos do governo federal estão sendo destinados à saúde.

Confira trecho da entrevista do Portal Grande Ponto com a líder do governo na Câmara Municipal:

A insegurança tem sido um problema crescente em Natal. Qual a sua opinião sobre essa onda de violência?

"É preocupante demais essa onda de violência porque lamentavelmente os índices estão aumentando de forma abrupta e nós precisamos, urgentemente, que hajam ações mais eficazes.

Nós sabemos que houve, sim, agora, a deflagração de um processo de concurso pra Polícia Civil, a gente sabe que também o quadro da Polícia Militar aumentou, mas isso é pouco, ainda precisa ser feito mais. É preciso de mais concurso, é preciso de mais armamento, é preciso de mais infraestrutura básica para a segurança. E quando a gente fala em segurança, fala em todas as polícias.

Então, isso é pra ontem. Porque lamentavelmente a população está acuada e isso nos traz algo muito ruim. O Rio Grande do Norte é um estado em que o turismo é sua fonte, seu atrativo. Na hora em que nós aparecemos todos os dias com índices enormes de violência, afasta daqui turistas, a economia ela fica comprometida.

Então é preciso, sim, ter um olhar mais rápido, mais célere para que esses índices de violência, eles diminuam. E sobretudo, haja um investimento maciço na área de inteligência. Porque a polícia investigativa, a polícia de inteligência, ela é fundamental. Porque a impunidade, é ela o vetor pra que a violência aumente.

Então tá se matando, tá se roubando e as pessoas não tão sendo presas, não estão sendo identificadas. Então isso serve de estímulo pra que a bandidagem aumente, o seu círculo, sabe? Então acho que o governo precisa focar nisso urgente."

Qual a sua análise do Governo Fátima?

"A governadora vem tentando acertar, não foi um período fácil para nenhum governador, nenhum prefeito do país inteiro, nem mesmo pro governo federal, mas ela tem cumprido os compromissos, pagando os salários, tentando, dentro do possível, deixar as áreas mais ‘nelvrágicas’ numa situação razoável.

Não se pode dizer muito de um governo que, infelizmente, entrou numa pandemia onde todos os recursos que recebeu teve que focalizar na saúde pública e isso, obviamente, impede que você cresça em outras áreas. Mas acho que o saldo é positivo, acho que ela acertou mais do que errou, é esse o diagnóstico que eu faço."