Lula pede que Anielle seja “uma puta militante” do PT

03 de Abril 2024 - 07h51
Créditos: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu nesta terça-feira (2) que a ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, “seja uma puta militante” do PT. Ela se filiou ao partido em ato realizado no Circo Voador, no bairro da Lapa, no Rio. É irmã da vereadora assassinada em 2018, Marielle Franco (Psol-RJ).

Durante seu discurso, Lula descartou que Anielle seja candidata durante as eleições municipais de 2024. Segundo o presidente, a ministra “pode construir uma perspectiva política muito importante no Estado do Rio de Janeiro”. Ela era um dos nomes cotados para ser vice na chapa com o atual prefeito Eduardo Paes (PSD).

“Eu não vou nem fazer mais exigências a você, o que importa é o seguinte: é que você seja uma puta de uma militante desse partido. Você vai ler o manifesto do PT. Você precisa ler o manifesto do PT, decorar o manifesto do PT para você saber o seguinte: esse povo, quando ele acredita, ele vai fundo”, disse o presidente.

O petista afirmou ainda que o partido passa por mudanças e que é preciso de uma nova geração preparada para enfrentar “adversário que conta 50 mentiras por dia” –uma referência indireta ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Com informações do Poder360

 

Notícias relacionadas

Últimas notícias