O Mercado do Peixe, nas Rocas, passou por uma grande revitalização recentemente e continua a receber investimentos da Prefeitura do Natal, através da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur). Considerada a principal área de comércio de frutos do mar de Natal, contando com uma área de degustação, desativada no momento, para que não haja nenhum tipo de aglomeração, respeitando as recomendações de distanciamento social, devido à pandemia do coronavírus, o espaço teve sua câmara fria reinstalada com a chegada da Semana Santa, assim como outras melhorias.

"A atual gestão da Semsur vem trabalhando intensivamente para reformar o maior número de equipamentos. Nós estamos alinhados com esse compromisso do prefeito Álvaro Dias e do secretáro Irapoã Nóbrega, que não estão medindo esforços. O comércio é de grande importância para a economia do município. Com a reforma do Mercado do Peixe, os permissionários poderão ter uma qualidade maior de oferta de serviço, deixando o espaço mais atrativo para a comercialização dos produtos, além de que com as novas câmaras frigoríficas, eles podem guardar adequadamente suas mercadorias, para manter o padrão exigido pelos órgãos de saúde e vigilância sanitária", comentou a diretora de Operações e Manutenção da Semsur, Jessica Kallyne.

O Mercado do Peixe teve, agora, sua primeira grande obra de revitalização desde o início de seu funcionamento no ano de 2007. O prédio ganhou nova iluminação de Led, novos ventiladores, uma nova pintura, teto reconstruído com telhas ecológicas, com o intuito de refrigerar o mercado, reforma nos banheiros e placas de identificação por todo o espaço. A grande novidade foi a reinstalação da câmara fria, que ainda está em manutenção, mas já se encontra em funcionamento. O lado exterior da estrutura também ganhou uma nova fachada e melhoria no estacionamento. 

"O mercado foi praticamente refeito, faltando apenas algumas melhorias na instalação da parte elétrica. Também houve uma melhoria nos equipamentos de segurança, com uma bomba d'água automática à jato, de alto alcance. O mercado precisava dessa reforma, principalmente a reativação da câmara fria, que já se encontrava parada há quase 3 anos, e isso dificultava a conservação do peixe", disse Dimas Oliveira, administrador do Mercado.

O movimento do Mercado, sendo também um estabelecimento comercial com restrições devido ao coronavírus, teve uma grande queda em seu movimento devido à pandemia, mas possui vendas através de serviços de delivery a residências e restaurantes.