Natal amanheceu sob o impacto da morte de Jorge Lira, engenheiro, boêmio e integrante da Banda dos Anos 60, cujo repertório é dedicado aos amantes da Jovem Guarda. Jorginho, como era conhecido, vítima do Covid-19, deixa depoimentos emocionados. Amigos de "Seu Jorge " postaram fotos nas rede sociais de momentos de confraternização no Residencial Polaris, onde ele residia.

Um deles, o do policial federal Almir Lira: “ Hoje é um dia muito triste para mim e meus familiares. Jorginho Lira partiu para outro plano, Jorginho não era um amigo de infância, era um um irmão. Jorginho era um bom filho, bom pai e bom avô.”