Morreu nesta quarta-feira (23) aos 75 anos John McAfee. Conhecido pela fundação da empresa de segurança digital que carrega seu sobrenome e foi adquirida pela Intel, ele foi encontrado morto em sua cela na cidade de Barcelona.

McAfee estava detido no presídio de Brians 2, como informa o site El País. O Departamento de Justiça da Espanha afirma que tudo indica um suicídio.

O pioneiro esperava extradição para os Estados Unidos. Ele fora detido no aeroporto de Barcelona quando deveria pegar um voo para a Turquia em outubro de 2020, sob acusação de sonegação de impostos e ocultação de renda. Segundo a Bloomberg, ele teria escondido por anos em suas declarações bens imobiliários e um iate. Os valores devidos chegam a US$ 4,2 milhões.

Em sua defesa, seus advogados afirmavam que sua prisão era política. Como ativista e entusiasta das criptomoedas, McAfee alegava que havia sido detido por criticar o sistema monetário, que o transformou em "inimigo público número 1".

Além dos problemas que o levaram à prisão em Barcelona, McAfee também acumulava outras questões judiciais. AInda em março deste ano, a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos o acusou de ocultar US$ 23 milhões em renda com criptomoedas.

Fonte: Canaltech