Promotores do Gaecc (Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção) do MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) encontraram uma fortuna escondida em uma casa em Itaipava, na região serrana do Rio, que pertence ao ex-secretário de Saúde, Edmar Santos, preso ontem por suspeita de integrar uma organização criminosa que fraudou contratos de compras de respiradores.

Os agentes já contabilizaram ao menos R$ 6 milhões em espécie, mas ainda não é possível aferir o valor total. O UOL teve acesso a fotos e a um vídeo que mostra as cédulas de R$ 50 e R$ 100 sendo contadas pelo MPRJ.

Em nota, o MP-RJ disse ter encontrado R$ 5 mil em um dos endereços do ex-secretário. O órgão também confirmou a apreensão de "vultosa quantia em dinheiro", que foi depositada em conta judicial, e disse que um dos investigados citou onde estava o dinheiro, sem dar maiores detalhes.

Com informações do UOL