O Mais Querido estreia na Copa do Nordeste 2019 nesta quarta-feira (16), quando enfrentará o Sergipe/SE, às 18h (Horário de Natal), na Arena das Dunas. Único representante do Rio Grande do Norte na competição, o ABC fará a sua 14ª participação na história da competição.


Integrante do Grupo B, o Clube do Povo foi o terceiro colocado na edição 2018. O treinador Ranielle Ribeiro espera começar bem a disputa e destacou a importância do triunfo em casa para o campeonato e a sequência da temporada.


“Uma vitória amanhã é primordial pensando a nível de campeonato. Temos que fazer o dever de casa, se quisermos a classificação. Além disso, uma vitória vai tirar toda a má impressão que ficou do último jogo, em que não tivemos um bom desenvolvimento, vai se ganhar confiança, se resgatar o grupo que nos criou uma expectativa positiva durante a pré-temporada, e que a gente comece a ver o ABC que esperamos”, afirmou o técnico.


A partida será realizada com portões fechados. Isso porque o Alvinegro cumpre suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), em virtude dos fatos ocorridos na semifinal do Nordestão 2018, diante do Sampaio Corrêa/MA, no Frasqueirão. Ranielle lamentou não poder contar com a Frasqueira.


“Jogar sem a torcida é muito ruim. Jogar em casa e sem torcida, a gente perde aquele calor humano, aquele incentivo, e falar de torcida, a torcida do ABC é diferente em relação a isso, pois é um time de massa, que a torcida joga junto, empurra até o final. Vai se melhorar a concentração, pois sem torcida eles ouvem tudo o que eu falo e o que eles falam em campo, mas jogar sem a torcida não é o que queríamos”, destacou.