O zagueiro Diego Carlos trocou o Sevilla, da Espanha, pelo Aston Villa, da Inglaterra, nesta quinta-feira. O negócio de mais de 30 milhões de euros (R$ 153 mi) envolvendo o campeão olímpico interessa ao São Paulo, que já se planeja para receber um valor na casa de R$ 1 milhão pelo mecanismo de solidariedade da Fifa.

Diego Carlos atuou no São Paulo em 2013, emprestado pelo Desportivo Brasil para atuar no time sub-20. O defensor chegou a trabalhar com os profissionais, mas, com pouco espaço, deixou o Morumbi no ano seguinte para defender o Paulista de Jundiaí.

Pelo período de um ano como sub-20, o São Paulo calcula que pode ter direito a até 0,66% de toda a transferência. A diretoria trabalha com o planejamento de receber mais R$ 1 milhão pelo negócio.

Segundo informações do jornalista Bruno Andrade, do UOL, o Aston Villa vai pagar 32,5 milhões de euros (R$ 166,5 mi) para tirar Diego Carlos do Sevilla. A negociação foi rápida e definida nas últimas horas.

Diante destes valores, o São Paulo teria direito a aproximadamente R$ 1,1 milhão, que também entraria no cálculo de venda de atletas que o clube faz para 2022. A estimativa é receber R$ 142 milhões nesta temporada.

Com informações do Globo Esporte