O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros, apresentou requerimento da quebra do sigilo bancário da rádio Jovem Pan. Para o senador, a emissora  é  “grande disseminadora das chamadas fake news” na pandemia.

O pedido de quebras de sigilo é retroativo ao início do ano de 2018. O objetivo da quebra, segundo o parlamentar, é descobrir se a rádio recebeu aportes financeiros após a pandemia: “Deve ser apresentada análise comparativa entre os períodos, anterior e posterior à situação de pandemia, até a presente data”, diz trecho do requerimento.

“Ademais, a quebra, a transferência e todas as análises, em especial a comparativa (acima descrita), deverão ser elaboradas com dados e informações, outrossim ligações com outras pessoas naturais e jurídicas, disponíveis nas diversas bases de dados da Receita Federal do Brasil.”

A CPI pretende investigar mais a fundo a disseminação de notícias falsas sobre a Covid.

Fonte: O Antagonista