A deputada federal Natália Bonavides (PT), pré-candidata à reeleição, declarou, pela primeira vez, apoio à pré-candidatura do ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo (PDT) para o Senado.

A declaração foi em entrevista ao Jornal da Tarde, da Rádio Rural de Mossoró, desta quinta-feira.

Natália havia se posicionado contra a aliança do PT com o PDT e com o MDB, durante reunião da Executiva do partido em março passado. Naquele encontro, a maioria dos membros votou a favor, o que garantiu o fechamento da aliança petista com esses partidos.

A deputada, durante a entrevista desta quinta-feira, justificou o seu novo posicionamento.

“Tivemos todas as divergências debatidas, mas está tomada a decisão do partido em relação ao Senado e a vaga de vice. A gente vai junto, vai unido, seguindo a decisão que o PT adotou”, disse

“Estamos todos no palanque de Lula, de Fátima, para conseguirmos essa vitórias. Também no projeto para o Senado, queremos derrotar alguém que tem feito tão mal e que protagonizou coisas tão ruins para o nosso povo. A gente sabe que a reforma trabalhista, que Rogério Marinho relatou, aumentou o desemprego e a informalidade. A reforma da Previdência, que ele protagonizou no governo Bolsonaro,  deixou mais difícil a chance das pessoas se aposentarem”, afirmou.

Rafael Motta

Ainda durante a entrevista, Natália foi questionada sobre a pré-candidatura do deputado federal Rafael Motta (PSB), aliado do PT, para o Senado.

“Eu acho que toda candidatura é legítima. Para o Senado, o PT decidiu pela pré-candidatura de Carlos Eduardo. Esperamos que com essa tática a gente derrote Rogério Marinho, ex-ministro de Bolsonaro. Seria lamentável termos uma representação como a dele no Senado”, declarou.

Com informações do Saulo Vale