‘Visitar’ Marte é um desejo antigo das principais agências espaciais do mundo e das pessoas que têm interesse pelo tema. Hoje, no entanto, missões tripuladas para o ‘Planeta Vermelho’ ainda é um sonho que levará alguns anos para acontecer.

Mas, e se eu falar que você pode ter um ‘aperitivo’ de como seria estar no quarto planeta do sistema solar e que isso pode acontecer no Rio Grande do Norte?

É exatamente isso que a estação espacial análoga ‘Habitat Marte’, localizada na zona rural da cidade de Caiçara do Rio do Vento (fica cerca de 100km de Natal), proporciona para a população.

“O projeto Habitat Marte atingiu mais de 400 participantes e mais de 80 missões. Ele tem uma instalação física de 360m2. As vagas por missão presencial são limitadas devido ao limite físico de acomodação dos participantes nas instalações do Habitat Marte”, afirmou o coordenador do Habitat Marte, Júlio Rezende, professor do Departamento de Engenharia de Produção (PRO/UFRN).

A estação trabalha em três frentes:

1. Missões Espaciais Análogas Virtuais,

2. Missões Espaciais Análogas Presenciais Híbridas,

3. Missões de pesquisa.

Segundo Júlio, a ideia é que seja realizada apenas uma missão por mês, com as seguintes já planejadas:

– Missão 86 – de 22/10/2021  a  05/11/2021 – MISSÃO PRESENCIAL (29/10-2/11 – 2 noites)

– Missão 90 – de 26/11/2021  a  03/12/2021 – MISSÃO PRESENCIAL (26-28/11 – 2 noites)

Durante as missões, são feitas atividades físicas, além de atividades ‘Extraveiculares’. “As Atividades Extraveiculares são uma excelente oportunidade para realizar fotos de momentos inesquecíveis e transformadores fazendo uso das vestimentas análogas de astronautas”, afirmou. (confira a lista completa das atividades ao final da matéria).

Além de receber os moradores do Rio Grande do Norte, o coordenador do Habitat relata que o espaço também é ideal para receber turistas. “Algo que consideramos muito positivo das missões no Rio Grande do Norte, para participantes de outros estados, é a possibilidade de conciliar com atividades turísticas em sua viagem a Natal, antes ou depois da missão”.

O que é feito nas missões na estação espacial análoga Habitat Marte?

– Atividades físicas de preparação matinal como meditação, exercícios, yoga e alongamento.

– Organização dos itens de uso comum/ alimentação;

– Preparação de refeição;

– Outras atividades de organização da estação;

– Preenchimento do questionário inicial;

– Atividades na estufa voltadas à produção de alimentos, protocolos de manutenção dos sistemas de produção de alimentos;

– Preenchimento do questionário final;

– Elaboração do relatório;

– Resposta a outros questionários de pesquisa;

– Manutenção e melhoria das instalações;

– Proposição de melhorias dos processos operacionais;

– Início do preenchimento do relatório de atividades;

– Verificação das instalações (o que não está funcionando);

– Uso da biblioteca, oficina, sala de pesquisa e banheiro;

– Desenvolvimento de ginástica laboral;

– Realização de atividades de entretenimento;

– Realização de postagens em mídias e redes sociais;

– Desenvolvimento de artigos para revistas e congressos;

– Operacionalização dos variados protocolos operacionais, de saúde, segurança e meio ambiente.

 

Por último e mais legal, durante as missões ocorrem as Atividades Extraveiculares:

– Atividade Extraveicular no Vulcão extinto Pico do Cabugi.

– Coleta de amostras de solo;

– Coleta de amostras biológicas;

– Conserto e melhoria da estação;

– Observação astronômica e astrofotografia;

– Caminhadas no entorno do Habitat Marte, exploração das áreas do Lunar Green Habitat (LUGAH) e do Lava Cave Habitat;

– Avaliação dos sistemas de comunicação;

– Realização de fotografias;

– Avaliação dos Módulos Autônomos de Resfriamento Sustentável – MARS;

– Preparação e manutenção de Equipamentos de suporte à estação (sistemas de coleta de água da chuva);

– Avaliação de equipamentos e tecnologias utilizadas na EVAs.

Para acompanhar ter mais informações sobre o Habitat Marte é só seguir a página deles no Instagram ou acessar o site.

Fonte: Potiguara Online