O presidente da FIERN e Diretor 1º secretário da CNI, Amaro Sales de Araújo participou nesta terça-feira (31), da sétima reunião de diretoria da Confederação Nacional das Indústrias em Brasília. Além de pautas protocolares, a conferencia contou com palestra do Ministro de Relações Exteriores do Chile, chanceler Andrés Allamand e do Ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque.

Em sua apresentação, Andrés Allamand abordou as relações econômicas entre Brasil e Chile e destacou a importância das micro, pequenas e médias empresas para a economia dos dois países. O chanceler afirmou ainda que esses setores precisam de incentivo e apoio do Poder Público.

Amaro Sales, que também preside o Compem/CNI, reforçou a importância das MPEs na economia brasileira, inclusive nas relações econômicas com países que tratam igualmente do mesmo interesse. “As Micro e Pequenas Empresas em todo país respondem por mais de 50% dos empregos gerados e 40% da massa salarial nacional. É um setor de suma importância para o Brasil e, por isso, precisa de incentivo e tratamento diferenciado. A reforma tributária precisa atender as demandas desse setor de modo a simplificar a carga e estimular exportações”, defendeu Sales.

De acordo com o Ministro Andrés Allamand, o Chile tem 29 tratados de livre comércio em diversos país, entre os quais os Estados Unidos. Entre as cadeias de valor daquele país estão o turismo e a energia. Apesar de não contar com fontes energéticas como carvão e gás, o Chile conta com muito sol e vento como principais geradores de energia.

O chanceler acrescentou ainda que os chilenos pretendem, nos próximos cinco anos, avançar no mercado do “hidrogênio verde”. Ele disse que a intenção do Governo do Chile é compartilhar dados e informações do trabalho do hidrogênio verde com o Brasil, em especial com o Sistema Indústria brasileiro.