A atriz Maria Zilda Bethlem revelou em uma live no dia 13 de junho que sofre de uma doença degenerativa nos olhos e que já perdeu a visão no olho direito. Chamado de degeneração macular, o problema é principal causa de cegueira irreversível em indivíduos com mais de 60 anos.

"Eu tenho um negócio chamado degeneração da mácula. Não tem cura, não tem remédio, não tem cirurgia", disse, no vídeo em que conversava com Lucélia Santos. "Eu tento evitar que os vasos sanguíneos atrás da retina arrebentem e sangrem. Se isso ocorre e eles cicatrizam na frente da retina gera a perda da visão, o que já aconteceu com meu olho direito", disse a atriz, que tem 66 anos.

Segundo Jorge Rocha, membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, existem duas formas da doença. "A mais comum é a degeneração macular seca, ou atrófica, que corresponde a quase 80%, 85% dos casos", diz. Neste caso ocorre a formação de manchas brancas (drusas) na retina. Elas vão se acumulando com o passar dos anos, causando a degeneração das camadas da retina e também provocam uma pequena cicatriz no fundo de olho.

Outro tipo é a degeneração macular úmida, na qual pequenos vasos sanguíneos começam a crescer sob a retina, invadindo a mácula. É o tipo citado pela atriz. "Eles podem provocar sangramento, gerando dano nas células neurais e formação de extensa cicatriz fibrótica subretiniana que bloqueia a visão central", diz Marcos Ávila*, especialista do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e professor titular de oftalmologia da UFG (Universidade Federal de Goiás).

Fonte: Uol