O Auxílio Brasil foi criado para substituir o Bolsa Família. Apesar de funcionar de forma semelhante, o novo benefício possui algumas diferenças, sendo a principal, os repasses extras. Conheça 9 benefícios que serão pagos no Auxílio Brasil.

Recentemente, o governo federal anunciou que incluirá 2,7 milhões de novos beneficiários no Auxílio Brasil. A nova adição tem como função zerar a fila de pessoas que se registraram no CadÚnico em 2021 e estavam esperando pelo sinal verde.

Como informado, o Auxílio Brasil terá 9 benefícios. Eles serão divididos em dois grupos. Confira cada um deles:

Benefícios do Núcleo Básico

Benefício Primeira Infância: pagamentos para quem tem crianças entre zero e 36 meses incompletos;

Benefício Composição Familiar: dinheiro destinado aos jovens e adultos (até 21 anos incompletos) que estejam estudando. É preciso concluir ao menos um nível de escolarização.

Benefício de Superação da Extrema Pobreza: caso os benefícios citados anteriormente não forem suficientes, recursos extras serão repassados para que a família não fique em situação de extrema pobreza. O governo não estabeleceu limite de membros na família;

Demais benefícios

Auxílio Esporte Escolar: dinheiro pago às famílias com estudantes entre 12 e 17 anos que se destacam em competições esportivas escolares reconhecidas pelo governo federal.

Bolsa de Iniciação Científica Júnior: benefício para estudantes que obtenham desempenho de destaque em competições acadêmicas e científicas. É preciso que a família faça parte do Auxílio Brasil, sendo que são 12 parcelas mensais. Não há número máximo de beneficiários por família;

Auxílio Criança Cidadã: dinheiro pago para quem não conseguir vaga em creche pública ou particular (com convênio do governo). É necessário ter criança de zero a 48 meses incompletos e comprovar que não há fonte de renda suficiente. O governo não estabelece um limite de crianças por família;

Auxílio Inclusão Produtiva Rural: repasse para o investimento em produção rural para o beneficiário. Capacitação técnica também será ofertada;

Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: repasses com o objetivo de incentivar que o beneficiário procure e obtenha emprego formal;

Benefício Compensatório de Transição: dinheiro para quem recebia Bolsa Família e passou a ganhar menos na transição para o Auxílio Brasil. O repasse será feito até que a pessoa seja incluída em uma das categorias citadas anteriormente.

Fonte: Concursos no Brasil e Empregabilidade News