Uma bebê nasceu com o embrião da irmã gêmea dentro do abdômen, no início deste mês, em Israel. O episódio raro foi registrado pelo Centro Médico Assuta, em Ashdod.

“Ficamos surpresos ao descobrir que o inchaço na barriga dessa bebê, que já havia sido identificado nos ultrassons antes do parto, era causado pelo embrião malformado de sua irmã gêmea”, conta Omer Globus, especialista em neonatologia, ao jornal Times of Israel.

Ele explica ainda que o caso médico é raro e ocorre aproximadamente em um a cada 500 mil inscritos. Depois que o parto foi realizado, os médicos realizaram exames de raios-x e ultrassons no abdômen da bebê.

Assim, eles descobriram que o embrião não estava totalmente formado, mas desenvolveu alguns ossos e um pequeno coração. “Mas não parecia um embrião como você imagina”, detalha o especialista. “Essa anomalia acontece durante o desenvolvimento fetal na etapa de fechamento das cavidades e um dos embriões acaba sendo englobado pelo outro”, explica Globus. “O feto interno se desenvolve parcialmente, mas não a ponto de se tornar apto para a vida”.

Os médicos conseguiram remover a malformação do abdômen da menina com sucesso e a criança se recupera na companhia da mãe, em casa.

Fonte: UOL