Vinte e uma capitais brasileiras estão com mais de 90% dos leitos públicos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) ocupados, segundo levantamento realizado pela Folha de S.Paulo.

Belo Horizonte, Campo Grande, Rio Branco e Porto Velho têm lotação máxima de leitos de UTI. 

No Rio de Janeiro, a ocupação sofreu uma pequena variação na última semana: caiu de 95% para 93% na capital e de 92% para 90% no estado, com a abertura de novos de leitos.

Somente Manaus (77%) e Boa Vista (48%) encontram-se com ocupação inferior a 80%.

Fonte: O Antagonista