O jogo entre América-RN e Campinense pelas quartas de final da Série D virou caso de polícia. Após o empate em 0 a 0 na Arena das Dunas, os torcedores do time potiguar entraram em confronto com a delegação da Raposa no hotel onde os paraibanos estavam hospedados. Cenas registradas pela Polícia Militar mostram o ônibus do clube depredado e um dos jogadores, o lateral Dênis, com um corte na perna. Vídeos que circulam na internet também mostram a reação dos jogadores depois que dois torcedores invadiram o hotel, e acabaram sendo agredidos por atletas e dirigentes.

O diretor de Marketing do Campinense, Danylo Maia, falou em nome do clube.

- Jantamos e na saída do hotel fomos surpreendidos por integrantes de torcidas organizadas do América-RN. Eles partiram para o confronto, apedrejaram o nosso ônibus. A delegação ainda recuou, mas eles insistiram no confronto e não tivemos outra alternativa senão enfrentá-los. Graças a Deus acionamos a polícia, que deteve um dos torcedores - disse o dirigente, que prestou boletim de ocorrência numa delegacia em Natal.

O lateral Dênis, único jogador ferido no tumulto, levou pontos na perna, mas não chega a preocupar para a sequência da Série D. Em campo, América-RN empataram em 0 a 0 no jogo de ida do mata-mata do acesso. Quem vencer no próximo sábado, em Campina Grande, garante vaga na Série C de 2022. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis.

VÍDEO: Torcedores do América-RN depredam hotel, atacam jogadores do Campinense e destroem ônibus; assista

Fonte: Portal Grande Ponto

Fonte: Globoesporte.com