O prefeito de Angicos, Miguel Pinheiro Neto (MDB), decidiu ampliar o horário do toque de recolher que já está vigorando através de um decreto estadual. Enquanto o decreto do Governo do RN estabelece toque de recolher entre 22h e 6h do dia seguinte, o decreto municipal instituiu a medida das 19h às 6h em dias de semana. Aos sábados e domingos, o toque de recolher é de tempo integral.

Além disso, está proibida a entrada de pessoas de outras cidades pelas próximas duas semanas, incluindo vendedores e feirantes. Bancos e repartições como o INSS só podem ser frequentados por moradores de Angicos. O comércio em geral fica fechado, exceto as atividades consideradas essenciais. Mesmo assim, supermercados têm de fechar as portas às 18h.

Pelo novo decreto, templos religiosos de Angicos não podem receber fieis. As celebrações só podem acontecer com transmissão pela internet. Eventos em geral, públicos ou privados, foram suspensos, assim como qualquer tipo de aglomeração.

No decreto, a prefeitura promete fiscalização rigorosa, com aplicação de multas, para quem descumprir as normas estabelecidas.

Angicos não registra mortes por Covid-19 há uma semana. No total, desde o início da pandemia, o município teve 22 óbitos confirmados. Quanto ao número de casos, em uma semana Angicos teve 88 casos confirmados da doença – no total, são 1.275 pacientes contaminados desde o início da pandemia.

Com informações da 98 FM