A construtora Wemake Construções foi condenada pela Justiça, em segunda instância, a pagar uma indenização de R$ 30 mil ao zagueiro David Luiz, que atualmente defende o Arsenal. A empresa veiculou uma imagem de David Luiz chorando, acompanhada desta frase: "só queria dar alegria ao meu povo". O texto que acompanha a foto dizia: "quando você contrata amadores para cuidar do sonho de sua família, é quase certeza de 7 a 1". David acionou a empresa por uso indevido de imagem e danos morais.

O jogador foi derrotado em primeira instância —a decisão considerou que não houve abuso já que a campanha apenas tratou do jogador, pessoa pública, no âmbito de sua atuação profissional como jogador de futebol. David recorreu e teve seu pedido aceito: os desembargadores que julgaram o pedido reconheceram que a campanha não poderia ter sido veiculado utilizando a imagem do atleta sem a sua autorização expressa.

Fonte: UOL