A Justiça da França condenou nesta quarta-feira (24) o atacante Karim Benzema, do Real Madrid, a um ano de prisão, mas com suspensão condicional da pena, pela tentativa de chantagem a Mathieu Valbuena, ex-colega de seleção francesa, com um vídeo íntimo.

Benzema também foi condenado a pagar 75 mil euros de multa (cerca de R$ 470 mil), mas seus advogados já anunciaram que vão recorrer da decisão.

A pena foi mais dura do que a pedida pela Procuradoria francesa, que havia solicitado ao juiz dez meses de prisão com a possibilidade de suspensão da pena e uma multa de 75 mil euros.

Os outros quatro acusados foram condenados a penas que vão de 18 meses de prisão, também com suspensão condicional (quando a pena é substituída por outras medidas determinadas pela Justiça), a até dois anos e meio de prisão com cumprimento obrigatório.

Entenda o caso

Em 6 de outubro de 2015, Benzema foi ao quarto de Valbuena, na concentração da seleção francesa, e disse ao colega que poderia apresentar “alguém de confiança para ajudar a administrar” a possível divulgação de um vídeo comprometedor.

Valbuena diz que teve a sensação de ser chantageado. Benzema não falou em nenhum momento sobre dinheiro, mas a pessoa que recomendou ao colega de seleção foi seu amigo de infância, Karim Zenati, com o qual chantagistas haviam entrado em contato para pressionar Valbuena.

Eles tinham procurado primeiro o então jogador Djibril Cissé, que se recusou a colocá-los em contato com Valbuena e ainda alertou o colega sobre a existência do vídeo. Depois, fizeram a nova tentativa por Benzema.

Fonte: ge