O deputado federal General Girão protocolou ofício perante órgãos federais para denunciar outdoor localizado em Natal no qual o Presidente Jair Bolsonaro apontado como "genocida". Os documentos foram entregues às seccionais no Rio Grande do Norte da Polícia Federal, à Advocacia Geral da União e à Agência Brasileira de Inteligência nesta sexta-feira (16).

De acordo com o texto, o outdoor patrocinado pela Central Sindical e Popular Conlutas e localizado na Avenida Engenheiro Roberto Freire, comete crime contra a honra à figura do Presidente Bolsonaro. "Trata-se, portanto, de um crime dirigido à autoridade do Presidente da República no qual o autor imputa fato ofensivo à dignidade do Chefe do Executivo Federal, eleito democraticamente pelo povo brasileiro, e que fere o Art. 26 da Lei 7.170 - Lei de Segurança Nacional e Crime contra a Honra, Arts. 138 e seguintes do Código Penal", diz o texto dos ofícios.

Para o parlamentar, a gravidade da ação ilícita merece investigação das autoridades competentes e punição aos responsáveis pelo ato. "Esperamos que, após esta denúncia formal, as medidas cabíveis sejam tomadas pelas autoridades contra atos desta natureza que ferem a imagem do Chefe da Nação diante do mundo", pontua General Girão, destacando que também pediu a responsabilização contra o Sindicato e a empresa que veiculou a propaganda, uma vez que o responsável pela divulgação também comete o crime.