O secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do Ministério da Economia, Jorge Luiz de Lima, destacou a confiança no potencial de desenvolvimento da economia do Rio Grande do Norte e, especificamente, do setor industrial. “Há muitos projetos que podem ser tocados com os Estados e estou particularmente impressionado com o RN”, disse Jorge Luiz, ao participar de uma reunião hoje (28), em Natal, com o secretário de Desenvolvimento Econômico (SEDEC), Jaime Calado; o adjunto, Sílvio Torquato, e o chefe de Gabinete da FIERN, Helder Maranhão.

 

O encontro foi na sala das sessões das Câmeras Setoriais da SEDEC.  Na ocasião, Jorge Luiz fez um relato dos programas que estão em andamento para enfrentamento dos principais problemas que criam “gargalos” para a retomada da economia.

 

Ele disse que um dos objetivos mais importantes é enfrentar o Custo Brasil com projetos de Estado, que permaneçam a longo prazo e não como meros programas transitórios, limitados a um período de governo.

 

O secretário do Ministério da Economia informou que há dezenas de programas em análise pelas equipes do Governo Federal, entre as quais iniciativas duradouras, que contribuirão para a redução do Custo Brasil e alavancagem dos investimentos. Ele defendeu ainda uma agenda econômica que não esteja atrelada a interesses partidários ou ideológicos.

 

Jaime Calado fez um relato, na ocasião, das potencialidades econômicas do RN. Ele citou a fruticultura, as energias renováveis, a mineração e o turismo. “O novo Proadi (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio Grande do Norte), que foi reformulado, tem para a indústria retomar investimentos e atrais novas empresas”, acrescentou.

 

Para Sílvio Torquato, a designação de um técnico da Secretaria do Ministério da Economia para fazer a interlocução com a SEDEC, medida que Jorge Luiz anunciou durante a reunião, é uma iniciativa que deve facilitar o fluxo das demandas do RN neste órgão do Governo Federal. O secretário veio ao Rio Grande do Norte para participar, nesta quinta (29), de reunião com a diretoria da FIERN, em que abordará o tema “Projeto Redução do Custo Brasil”.