Conhecedor das contas públicas do Estado, o ex-vice-governador Fábio Dantas (SD) usou uma comparação no mínimo curiosa para falar da atual crise financeira do Rio Grande do Norte. Segundo ele, "as finanças do Estado são tratadas com dipirona, mas precisam de quimioterapia. Isso é um câncer, que está há anos nas contas do RN", disse.

Em entrevista na 95 FM na última sexta-feira (01), Fábio disse que "as pessoas querem solução temporária", referência feita a antecipação dos royalties e as demais propostas apresentadas por Fátima Bezerra. Mas, segundo o ex-vice, com o déficit previsto de R$ 1,5 bilhão para o Estado, não será dessa forma que o problema será resolvido. "RN vive realidade cruel", finalizou.