O sudeste do Afeganistão sofreu com um terremoto de magnitude 6.1. Em um primeiro momento, segundo a agência de notícia local Bakhtar, 280 pessoas tinham morrido e pelo menos 600 ficaram feridas. Por volta das 6h28 (horário de Brasília), no entanto, houve a confirmação de 920 mortos e 610 feridos.

O tremor aconteceu na manhã desta quarta-feira (22, horário local).

“Mawlawi Sharaf al-Din, subsecretário do Ministério de Estado de Combate a Desastres Naturais: o número de mortos no terremoto que atingiu as regiões orientais do Afeganistão subiu para 920, com 610 feridos”, publicou a agência Bakthar no Twitter.

De acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos e o Centro Sismológico Mediterrâneo Europeu, o epicentro ocorreu nas proximidades da cidade de Khost, que fica ao sul da capital do país, Cabul.

Equipes de resgate estavam sendo transportadas de helicóptero para as áreas atingidas.

Mesmo em Cabul, que fica a 200 km do epicentro, chegaram notícias de “fortes e longos solavancos”, segundo um morador da capital postou no site do Centro Sismológico Mediterrâneo Europeu. “O terremoto destruiu vários edifícios residenciais nas duas províncias e as autoridades dizem que o número de mortos deve aumentar”, relata a agência Bakhatar.

O departamento meteorológico do Paquistão, vizinho do Afeganistão, também registrou o tremor, sentido na capital Islamabad. O mesmo foi registrado pelo Centro Sismológico Mediterrâneo Europeu.

Com informações do Metrópoles