As autoridades do Sri Lanka anunciaram a descoberta de uma enorme rocha com um aglomerado de safiras. Mas o que surpreendeu foi o paradeiro do "tesouro", avaliado em 72 milhões de libras esterlinas - o equivalente a R$ 515 milhões: o quintal da casa de um homem identificado como Sr. Gamage.

A história começou quando ele contratou trabalhadores para escavar um poço em sua propriedade, localizada na região de Ratnapura, conhecida como a "cidade das joias", um pouco abaixo da Índia.

Por coincidência, Gamage é um comerciante de pedras preciosas e irá ganhar uma fortuna com a descoberta da rocha de 510 kg. "A pessoa que estava cavando o poço nos alertou sobre algumas pedras raras. Mais tarde, encontramos esse enorme espécime", detalhou ele à BBC.

Apesar de ter descoberto as safiras há um ano, apenas agora que todo o processo burocrático do governo terminou e o tesouro veio a público. Desde que foi resgatada, a rocha estava sendo limpa e analisada, com especialistas atestando que as safiras são de alta qualidade.

"É um espécime especial de safira estrela, provavelmente o maior do mundo. Dado o tamanho e seu valor, acreditamos que interessará a colecionadores privados ou museus", afirmou Thilak Weerasinghe, presidente da Autoridade Nacional de Joias e Gemas do Sri Lanka.

Fonte: Uol