O Mais RN, núcleo de pensamento e planejamento estratégico contínuo da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN), e o Instituto Euvaldo Lodi no RN (IEL-RN), iniciaram a produção de uma agenda propositiva para o desenvolvimento do estado junto ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do RN (CREA-RN). A iniciativa é fruto do acordo de cooperação assinado no último mês de abril entre a FIERN e o CREA-RN.

Os trabalhos iniciaram oficialmente nesta sexta-feira (10), com a participação do Mais RN e do IEL-RN na abertura do 1º Colégio de Inspetores do CREA-RN, na sede do Conselho. Ao longo do dia, a equipe do núcleo da FIERN explicou a metodologia da produção da agenda e conversou com os inspetores do conselho para levantar os pontos relevantes de cada região do estado para serem adicionados à agenda propositiva.

Esse documento se assemelha à Agenda Propositiva para o Desenvolvimento do Rio Grande do Norte, produzida pelo Mais RN em 2021, com diagnósticos e ações práticas em diversos setores-chave da economia do estado. Dessa vez, o objetivo é realizar os diagnósticos junto aos inspetores do CREA-RN e a especialistas do ramo das engenharias, agronomia e geociências de todo o estado para a elaboração de propostas sobre os principais problemas detectados nos eixos que englobam obras, legislação, meio ambiente, mercado e serviços, capital humano, financiamento e políticas públicas.

O superintendente Regional do IEL-RN, Juan Saavedra, que participou da abertura do evento, elogiou a iniciativa do CREA-RN, ressaltando a busca do desenvolvimento, em parceira com o IEL-RN, contando com o olhar dos profissionais do Sistema FIERN. “Os profissionais são o coração dessa pesquisa. Essa é uma importante contribuição, porque eles estão no dia a dia, entendendo de fato as necessidades de cada região”, disse o superintendente.

O trabalho de coleta de dados está sendo coordenado pelo gerente técnico do Mais RN, Pedro Albuquerque. “A pesquisa será qualitativa e terá como fundamento a participação de inspetores e profissionais ligados ao CREA-RN, mapeando, através de entrevistas semiestruturadas, a percepção dos desafios, das soluções e das oportunidades nas mais diversas regiões”, explica o coordenador.

A previsão é que a Agenda de Desenvolvimento do RN seja concluída em agosto, pelo CREA-RN, dois meses antes da eleição de 2022, quando será entregue aos candidatos ao Governo do Estado que estarão na disputa das Eleições de 2022. “Queremos não somente oferecer propostas, mas uma agenda discutida com os nossos profissionais da engenharia, da agronomia e das geociências com o olhar no crescimento econômico, social e ambiental do nosso estado”, explica a presidente do CREA-RN, a engenheira civil Ana Adalgisa Dias Paulino.

A presidente Ana Adalgisa explica que o objetivo também é o de monitorar continuamente se há avanços nas áreas trabalhadas na pesquisa e que são fundamentais para o crescimento do estado como um todo. “Agradeço o apoio irrestrito do presidente da FIERN, Amaro Sales, que comunga com a mesma visão institucional do nosso conselho em ter um olhar para o futuro do Rio Grande do Norte, tendo o Mais RN como instrumento estratégico de apoio a essa pesquisa”, disse a presidente do Conselho.