O ator André Gonçalves está devendo mais de R$ 350 mil de pensão alimentícia para sua filha Valentina Benini, de 18 anos. A jovem é fruto de seu casamento com a jornalista e atriz Cynthia Benini. O valor da pensão é de R$ 4,5 mil por mês e corre na Justiça um processo de expropriação de bens para sanar a dívida.

A pensão era paga regularmente enquanto André era contratado da Rede Globo e o valor era descontado de seu contra-cheque. Mas, em 2007, ele deixou de arcar com o compromisso, o que gerou uma dívida de R$ 112.044,33, que com juros e correção monetária totaliza R$ 352.579,01 atualmente.

Depois disso, André passou a trabalhar apenas com contratos como pessoa jurídica e por obras por tempo determinado tanto para a Globo quanto para a Record. Ambas as emissoras foram acionadas para que o salário do ator fosse penhorado, mas informaram que ele não era funcionário.

A Justiça pediu a penhora de um carro e de uma moto em 2019 e chegou a bloquear as contas de André, mas encontraram um saldo de apenas R$ 18. Após analisarem os extratos bancários do ator em 2020, os advogados de Valentina comprovaram que ele parou de usar suas contas desde que o processo começou.

Foi pedido, então, que a Justiça bloqueasse as contas da empresa de André, mas o juiz negou. Nesse caso, é necessário que se faça uma ação específica chamada desconsideração inversa de personalidade jurídica, o que não foi feito ainda pelos advogados de Valentina.

Atualmente, André alega que o carro Kia Picanto que foi penhorado pela Justiça foi vendido há cinco anos, mas não comprovou a venda com documentos. O ator já passou um endereço para que recolham sua moto modelo Honda PCX, que vale menos de R$ 10 mil e seria seu único bem.

Fonte: Uol