O técnico Luís Castro, do Botafogo, fez duras críticas ao Lonier, local em que equipe vem realizando os treinamentos. Para o português, o piso é duro e tem exposto os jogadores a problemas físicos. Ele chegou a comparar o local a um estacionamento.

- No lado prático, tem um CT com um piso duríssimo que é bom para estacionar carro, mas que temos que treinar lá mas que causa muitos problemas devido à dureza do piso. Não temos um CT com as condições mínimas para o dia a dia - reclamou o técnico.

Anteriormente, o Alvinegro treinava no Campo Anexo do estádio Nilton Santos. No entanto, o local passou por reformas, o que levou o elenco ao Lonier. O clube chegou a procurar alternativas, como o centro de treinamentos do CFZ mas não concluiu o negócio. A mudança de local de treinos também gerou outros problemas, como o distanciamento entre os departamentos do clube. O Lonier fica na zona oeste do Rio bem distante da estrutura que já existia no estádio Nilton Santos. Para Castro, essas condições causam preocupação quanto ao projeto.

Temos uma academia longe de nós e que quero ter mais perto. Tenho consciência que o mercado não vai dar sempre o que teremos. É uma organização e estrutura que queremos mais perto mas andam tão distantes. Não conhecemos os líderes dos departamentos em dois meses porque não temos estrutura. É isso que deve preocupar o projeto. Quero muito atingir tudo o que o Botafogo quer, mas faltam muitas condições práticas para chegar a isso e as pessoas precisam ter consciência disso.

Com informações do Globo Esporte