O subprocurador-geral da República junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) Lucas Furtado fez uma representação questionando a motivo de o governo federal não ter comprado vacinas que empresários dizem ter acesso. Ele quer explicações do Ministério da Saúde após o empresário Carlos Wizard afirmar que conseguiria adquirir 10 milhões de doses.

Além disso, ele pede que, se o projeto que permite essa compra direta for aprovado, o TCU acompanhe as compras para que não haja ilegalidades. Eis a íntegra da representação.

A Câmara dos Deputados aprovou ontem (6) o projeto de lei 948 de 2021, que afrouxa as condições para que a iniciativa privada compre vacinas contra o novo coronavírus.

O texto-base foi aprovado por 317 votos a 120, com 2 abstenções. A proposta ainda pode ser alterada.

Os empresários Carlos Wizard, fundador das escolas de idiomas Wizard, e Luciano Hang, das Lojas Havan, é que estavam articulando a medida junto aos congressistas. 

Fonte: Poder 360