Fábio Faria, ministro das Comunicações e genro de Silvio Santos, defendeu a decisão de Jair Bolsonaro de trocar o economista Roberto Castello Branco pelo general Joaquim Silva e Luna no comando da Petrobras. Ele disse no Twitter:

Não existe uma ligação do PR Bolsonaro para interferir em nada, mas não vão tirar o direito que ele tem de escolher o seu time e nomear quem ele achar que é o melhor. Temos um governo sem corrupção, com grandes quadros. Infelizmente só são reconhecidos quando saem do governo.”