Neymar foi chamado de "mono" - macaco, em espanhol, pelo zagueiro Álvaro González, do Olympique de Marselha, em jogo contra o Paris Saint-Germain no domingo passado (13), afirmaram especialistas no Esporte Espetacular neste domingo (20).

No programa da Rede Globo, três profissionais especializados em leitura labial analisaram imagens da partida polêmica do Campeonato Francês em que, após discussão, com Álvaro González, Neymar foi expulso e e suspenso por dois jogos.

Os convidados foram Felipe Oliver e Mikel Vidal, tradutores de libras que trabalham para o Instituto Nacional de Educação de Surdos, e Luis Felipe Ramos, da Associação de Surdos do Rio de Janeiro. Todos concordaram que veem González chamar Neymar de "macaco".

"A gente não conseguiu, por exemplo, perceber o que ele fala antes de falar a palavra 'mono'. Mas a palavra 'mono' foi um trecho que a gente teve consenso na hora em que estava fazendo o trabalho de leitura labial", disse Felipe Oliver.

Os profissionais também identificaram agressão homofóbica feita por Neymar. "Num segundo momento, fica claro também uma ofensa homofóbica", afirmou Oliver.

As leituras labiais da partida também foram feitas em outras TVs ao redor do mundo, mas não teriam visto ofensa de Álvaro. No entanto, um canal espanhol, por exemplo, viu uma agressão homofóbica em fala de Neymar ao zagueiro do Olympique.

Fonte: Globo Esporte