Um policial civil morreu baleado por colega de profissão em uma discussão após se envolverem em um acidente de trânsito na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo, interior de São Paulo.

O acidente ocorreu na Rodovia João Batista Cabral Rennó, quando a viatura descaracterizada da Polícia Civil em que estavam os policiais bateu em um caminhão. Renato Bianchi dirigia o veículo e Ronaldo Cordeiro estava no banco do passageiro. Ambos trabalhavam em Presidente Prudente, São Paulo.

De acordo com a TV TEM, a dupla ficou ferida e funcionários da concessionária administradora da rodovia prestaram atendimento. Durante o socorro, dentro da ambulância, os policiais discutiram, então Cordeiro sacou uma arma e atirou em Bianchi. Depois, Cordeiro apontou a arma contra a própria cabeça, porém um médico o impediu de atirar.

Eles foram encaminhados ao pronto-socorro da Santa Casa de Santa Cruz do Rio Pardo, porém Renato Bianchi morreu.

O policial Ronaldo Cordeiro e o médico foram levados a uma delegacia para prestar depoimento. Cordeiro foi preso.

Procurada, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) disse que "o caso está sendo investigado pela Corregedoria da Polícia Civil de Bauru". A SSP informou também que a Polícia Civil "oferece programas de apoio e acompanhamento aos seus efetivos".

Fonte: G1 e UOL