O presidente da FIERN, Amaro Sales de Araújo, participou de uma reunião por videoconferência com a procuradora do Trabalho Ileana Neiva Mourinho para tratar da campanha de imunização, que deve entrar em uma nova fase a partir de março. A reunião foi solicitada pela integrante do Ministério Público do Trabalho para tratar da vacinação dos trabalhadores da indústria que vão ser incluídos nos grupos que são considerados prioritários na medida em que a imunização avança.

 

 

Um dos assuntos do encontro foi a necessidade dos trabalhadores do setor industrial do Rio Grande do Norte que têm comorbidades, estarem com atestados que comprovem sua condição médica para que possam ser vacinados na fase da imunização a ser iniciada no próximo mês. Essa nova etapa vai incluir a população com comorbidades entre os grupo prioritários.

 

 

A procuradora destacou que é importante que a Federação oriente as empresas do setor a ajudarem seus colaborares estarem com seus atestados e cadastrados nos sistemas de vacinação para que possam ser vacinados assim que as doses estejam disponíveis.

 

 

“A preocupação com a vacinação é pertinente. Sabemos a importância da imunização e que, como nas demais ações para o enfrentamento da pandemia, é essencial as parcerias e a integração das diversas instituições”, afirmou Amaro Sales.

 

 

 

 

Vacinação dos profissionais de saúde, veterinários e agentes funerários com 60 anos ou mais de idade, que estam na ativa, na Clínica da Família Estácio de Sá, na região central da cidade. O município do Rio de Janeiro ampliou hoje (27) o público-alvo da campanha de vacinação contra a covid-19.

 

 

A reunião teve também a participação do superintendente Corporativo do Sistema FIERN, Glaucio Ferreira Wanderley; do superintendente do SESI-RN, Juliano Martins; do diretor regional do SENAI-RN, Emerson Batista; do superintendente regional do IEL-RN, Juan Saavedra; do assessor jurídico da FIERN, Davis Coelho Costa; e do chefe de Gabinete, Helder Maranhão.