O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho (sem partido), disse acreditar que a pasta pela qual é responsável na Esplanada dos Ministérios fez um investimento nos últimos dois anos e meio no Rio Grande do Norte sem paralelo na história potiguar. São milhões de reais para obras de segurança hídrica, habitação, ferrovias, saneamento básico, pavimentação, entre outras áreas. Confira abaixo o que disse o ministro em entrevista concedida ao jornal Tribuna do Norte neste domingo (26).

Como avalia os investimentos em segurança hídrica no RN?

Eu acredito que o nosso ministério, que pode ser denominado como Ministério das Águas, fez um investimento nesses dois anos e meio no Rio Grande do Norte sem paralelo na nossa história. São obras que, pelo ineditismo e sua pertinência, vão nos dar uma segurança do ponto de vista hídrico, de desenvolvimento econômico e social a mais de dois terços do estado potiguar. Nós estamos falando de adutoras e canais nas regiões do Seridó, agreste e oeste do Estado. Da conclusão da transposição do Rio São Francisco por duas vertentes distintas: uma pelo município de Jardim de Piranhas chegando em Oiticica, que é o Eixo Norte originário, saindo de Caiçara e Engenheiro Ávidos, na Paraíba; e o outro é a partir de Cajazeiras chegando por Major Sales e Luís Gomes, o que vai ocasionar uma mudança benéfica no cenário das secas recorrentes no estado potiguar. Há, ainda, uma série de obras acessórias, como é o caso da região de Coronel João Pessoa, Luís Gomes, São Miguel e Encanto, municípios que serão beneficiados com a Barragem de Poço de Varas, que também é uma reivindicação histórica daquela região. Na região central temos a Barragem de Alívio, em Pedra Preta e Lajes; em Fernando Pedrosa temos também uma barragem para permitir a dessedentação daquela população. Em São José do Campestre, temos uma obra que é esperada pela população há 16 anos, que é a Barragem das Sombras Grandes, danificada na cheia de 2004. Agora, finalmente, teve os recursos garantidos para a recuperação da estrutura. Estamos também trabalhando na revitalização das principais bacias hidrográficas do estado e da Lagoa do Bonfim, que é um dos mais importantes repositores de água de consumo de qualidade para a população do Rio Grande do Norte.