O programa Mais RN teve sua importância e pioneirismo – inclusive no cenário nacional – destacados pelo secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec), do Ministério da Economia, Jorge Luiz Lima. Ele esteve nesta quinta (29), na sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN), para apresentar o projeto Redução do Custo Brasil na reunião mensal da diretoria.

 

O secretário Jorge Luiz conheceu o Mais RN em reunião conduzida pelo presidente da FIERN, Amaro Sales, com a participação dos diretores Roberto Serquiz, Heyder Dantas e Djalma Júnior, que contou ainda com explanação do assessor técnico do Mais RN, Pedro Albuquerque.

 

Foram apresentados ao secretário nacional ferramentas de Bussiness Inteligence que compõem o Mais RN como o Atlas da Indústria – que compila dados das indústrias instaladas em todos os municípios do estado; o Mapa das Energias Renováveis; além do Plano Estratégico para o desenvolvimento do RN; o Observatório da Indústria e os B.Is. de Mercado e Economia e Petróleo e Gás.

 

“O Mais RN conta com um mapeamento das oportunidades em todo o estado, mostrando com clareza quais são os setores capazes de impulsionar a economia. Nossa ideia é ser uma plataforma de informações e também um grande hub que une as ações dos mais diversos setores”, explicou o presidente, Amaro Sales.

 

Para o secretário Jorge Luiz, o Mais RN é uma ferramenta “fantástica”. “É um dos poucos exemplos que conheço de entidade privada que está efetivamente preocupada em observar a economia, levantar dados e apontar as oportunidades. Vocês estão de parabéns, no caminho certo de também impulsionar o desenvolvimento”, afirmou.