O achado dos restos mortais do Rei Ricardo III debaixo de um estacionamento em Leicester, na Inglaterra, em 2013 é uma prova de que algumas das tumbas de figuras históricas famosas podem estar escondidas em locais extremamente inusitados. Por isso, muitas pessoas dedicam anos de suas vidas nessa busca persistente.

Enquanto é provável que alguns desses túmulos tenham se perdido para sempre, as descobertas na última década reacenderam a chama da esperança. Mas quais outras figuras marcantes ainda não foram encontradas? Pensando nisso, nós separamos uma lista com seis delas para você conhecer um pouco mais da história! 

1. Genghis Khan

(Fonte: Wikimedia Commons)

(Fonte: Wikimedia Commons)

O fato do corpo de Genghis Khan nunca ter sido achado é um sinal que o seu último pedido foi atendido. De acordo com as fontes históricas, o conquistador teria morrido em 1227 durante uma batalha na China e seu filho enviou o cadáver de volta à Mongólia. 

Khan pediu para seus soldados manterem o local do túmulo em segredo. Ao que tudo indica, a sepultura foi pisoteada por 10 mil cavalos para que o solo ficasse plano e um rio foi desviado sobre ela para evitar que fosse roubada.

2. Cleópatra e Marco Antônio

(Fonte: Wikimedia Commons)

(Fonte: Wikimedia Commons)

O casal Marco Antônio e Cleópatra cometeu suicídio duplo após serem perseguidos por Otaviano — posteriormente conhecido como Imperador Augusto — até Alexandria, no Egito. A lenda diz que o romano teria se esfaqueado na barriga enquanto ela teria tomado um veneno mortal.

O enterro dos dois foi feito de maneira sorrateira sem que quase ninguém soubesse. Evidências mostram ser possível que Cleópatra tenha construído um túmulo para si antes de morrer, enquanto outros historiadores alegam que os dois estariam enterrados debaixo do mar.

3. Átila, o Huno

(Fonte: Wikimedia Commons)

(Fonte: Wikimedia Commons)

Conhecido por ser um dos maiores inimigos do Império Romano, Átila, o Huno, teria morrido na noite do seu casamento em 453, enquanto sangue jorrava de sua boca e nariz. No funeral, os soldados teriam cortado seu cabelo e parte de suas bochechas para lamentar a morte com seu próprio sangue.

Relatos indicam que, assim como Genghis Khan, um rio teria sido desviado para impedir acesso ao seu túmulo. Além disso, todas as pessoas que ajudaram na criação da sepultura foram mortas para evitar que a informação se espalhasse. 

4. Leonardo Da Vinci

(Fonte: Wikimedia Commons)

(Fonte: Wikimedia Commons)

Falecido em 1519 aos 67 anos, Leonardo Da Vinci deixou um enorme legado artístico para trás. Originalmente, seu túmulo teria sido construído em uma igreja que fora destruída durante a Revolução Francesa. Em 1863, uma escavação encontrou os resquícios dessa tumba e alguns fragmentos de ossos que seriam supostamente do pintor.

Apesar do seu santuário oficial ser o Castelo de Amboise, na França, ainda é incerto onde está o restante dos restos mortais de Da Vinci. 

5. Mozart

(Fonte: Wikimedia Commons)

(Fonte: Wikimedia Commons)

Tudo ao redor da morte do compositor alemão Wolfgang Mozart é um verdadeiro mistério. Morto aos 31 anos em 1791, ele faleceu de uma doença desconhecida. Foi enterrado no cemitério de St. Mark, em Viena, e seu corpo colocado em um caixão de madeira em um túmulo comum.

De acordo com a lei local, entretanto, as sepulturas podiam ser desenterradas e reutilizadas após 10 anos, o que presume-se que aconteceu com Mozart. Em 1801, um coveiro disse ter conseguido recuperar o crânio do artista, mas testes feitos em 2006 foram inconclusivos a respeito da originalidade da peça.

6. Nefertiti

(Fonte: Wikimedia Commons)

(Fonte: Wikimedia Commons)

Pouco se sabe a respeito de Nefertiti, uma das rainhas mais famosas na história do Egito. Por isso, arqueólogos acreditam que seus restos mortais poderiam fornecer muitos dados sobre o passado.

Em 1880, pesquisadores encontraram uma tumba multicâmara que supostamente pertencia a Aquenáton, marido de Nefertiti, e sua filha Mequetatom. Alguns estudiosos acreditam que a terceira câmara não concluída no local foi feita para abrigar o corpo da rainha, mas nada encontrado naquele espaço confirmou essas expectativas. 

Fonte: Mega Curioso