A Polícia Civil do Paraná confirma que Ozélio de Oliveira, um dos sequestradores de Wellington Camargo, irmão da dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano, foi morto em confronto com o Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar na noite da última sexta-feira (8). Em sua ficha criminal, Oliveira havia sido preso por crimes como sequestro, roubo e homicídio.

A ação aconteceu por volta das 21h em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com informações da PM, os cinco suspeitos foram abordados em uma ação ostensiva, que culminou em um confronto. A PM teria abordado dois veículos após informações do serviço de inteligência, que indicavam que o grupo planejava praticar roubos na cidade. Com os homens, foram apreendidos duas pistolas, um revólver e uma espingarda.

Oliveira havia fugido da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP I) em setembro de 2018, segundo o Departamento Penitenciário do Paraná (Depen-PR). Considerado um dos líderes do PCC em Roraima, ele também havia escapado da prisão em 2002, em Maceió (AL), e em 2006, em Foz do Iguaçu.

Na última fuga, um grupo teria queimado veículos e impedido o acesso rodoviário ao complexo penitenciário de Piraquara. Na sequência, teriam explodido os muros da prisão e trocado tiros com policiais para consumar o resgate.

Relembre o sequestro

Wellington Camargo foi sequestrado em 16 de dezembro de 1998, em Goiânia (GO). Um grupo de bandidos invadiu a casa do cantor, que é cadeirante, e o manteve em cativeiro por 94 dias. Os criminosos pediram resgate e, para forçar a família a realizar o pagamento, arrancaram parcialmente a orelha de Wellington e a enviaram a uma emissora de televisão da capital de Goiás.

Em março de 1999, o resgate de US$ 300 mil foi pago. Wellington foi liberado um dia depois, encontrado dentro de um buraco em uma estrada entre Goiânia e Guapó (GO). Os membros da quadrilha envolvidos no sequestro foram presos posteriormente e condenados.

Do UOL