Os bondinhos e demais equipamentos do teleférico de Santa Cruz foram recebidos com festa pela população daquela cidade pólo da região do Trairi potiguar, onde se localiza o complexo turístico de Santa Rita de Cassia, conhecido em todo o país por ter a maior imagem católica do mundo, com 56 metros de altura.  Os maquinários, pesando cerca de 78 toneladas,  foram trazidos em carretas que saíram do porto de Salvador, após terem sido embarcados na Suíça. A viagem de Salvador até Santa Cruz durou 48 horas.

A aquisição do teleférico envolveu uma arrojada licitação internacional e um investimento de cerca de R$ 14 milhões. Após iniciado o processo de montagem, a previsão é de que os bondinhos entrem em operação até final de 2021.

O deputado estadual Tomba Farias (PSDB), idealizador do complexo turístico de Santa Rita de Cássia desde a época em que foi prefeito da cidade, disse que o teleférico,  somando-se ao santuário de Santa Rita de Cássia, deverá atrair visitantes de todo o mundo, fortalecendo o turismo e gerando emprego e renda para a população. "Este foi um sonho que hoje se torna realidade. Acredito que o santuário e a implantação do teleférico são os principais projetos em favor do turismo norte-rio-grandenses nos últimos dez anos", explica o parlamentar. 

Após a missa, as carretas e a população saíram em carreata pelas ruas da cidade, a fim de mostrar a conquista para quem não pôde comparecer ao Pátio da Igreja Matriz.

Do projeto inicial até a aquisição do teleférico foi percorrido um longo caminho em busca de recursos para viabilizar o empreendimento, cuja concretização, afirmou Tomba, contou com a participação do ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves (MDB) e do então senador da República, José Agripino Maia (DEM).

A ex-prefeita Fernanda Costa enfatizou que o "sonho do teleférico é um sonho de todos nós". Ela falou ainda das dificuldades que enfrentou para buscar os recursos para o empreendimento, que, na sua opinião, mudará ainda mais a feição da economia de Santa Cruz, da região de Trairi e do Rio Grande do Norte.

A chegada do teleférico foi comemorada com uma missa, realizada às 7 da manhã  pelo padre Vicente Fernandes, pároco de Santa Rita de Cassia, que fez a bênção dos equipamentos.