O presidente americano Donald Trump afirmou ontem (19) estar satisfeito com o acordo entre Oracle, Walmart e TikTok para vender operações do aplicativo de vídeos nos Estados Unidos.

Com a decisão de Trump, será adiada por uma semana a ordem de que exigia que a partir deste domingo (20) o TikTok fosse retirado das lojas de aplicativos nos Estados Unidos.

O acordo entre a ByteDance, dona do TikTok, e as demais empresas estabelece a criação da TikTok Global, uma empresa a ser sediada em solo americano, que deve ter participação de 20% da Oracle e do Walmart.

Os outros 80% do capital social continuará sendo da ByteDance, que conta com investimentos dos fundos americanos Coatue Management, General Atlantic e Sequoia Capital. Assim, 53% do capital da nova empresa será de companhias americanas, satisfazendo a Casa Branca. “Será uma empresa totalmente nova. Não terá nenhuma relação com nenhum país estrangeiro”, afirmou Trump.

Em nota, o TikTok disse que o acordo com a Oracle prevê que, para atender às exigências do governo americano com segurança nacional, a companhia americana deverá armazenar os dados dos cerca de 100 milhões de usuários que o TikTok tem nos Estados Unidos atualmente.

A transação ainda precisa passar pela Comissão de Investimentos Estrangeiros, que integra o Departamento do Tesouro.

Fonte: Exame.